Três estudos divulgados pelo Centro de Controle de Doenças dos Estados Unidos (CDC, na sigla em inglês), em 24 de setembro, mostraram que o uso de máscara nas escolas, por alunos, funcionários e visitantes, é essencial para evitar surtos de covid-19. A agência define surto como ocasiões em que pelo menos duas crianças são diagnosticadas com a doença dentro de um período de 14 dias.

State University, estudou colégios de dois condados do Arizona. O relatório levou o CDC a concluir que escolas onde o uso de máscaras não era obrigatório tinham 3,5 vezes mais chances de enfrentar surtos de covid-19, em comparação com instituições de ensino em que as máscaras eram obrigatórias desde o início do ano letivo.

De acordo com a entidade, máscaras são essenciais para garantir que estudantes tenham um aprendizado seguro e a doença não provoque uma nova suspensão nas aulas. Além disso, evitar surtos nas escolas é uma forma de conter o número de casos na região.

#pracegover: Crianças em sala de aula estudando. Cada um está em sua carteira e usando máscara de proteção no rosto. Crédito de imagem: GettyImages

O que eu penso sobre…

“Usar máscara todos os dias na escola é ruim, pois incomoda, é difícil para falar e entender os outros. Mas é muito importante. Ainda não podemos nos abraçar, mas, graças ao uso da máscara, podemos ver nossos amigos.” LEVI DE S., 10 ANOS, SÃO ROQUE (SP)

“A parte mais difícil de usar é na educação física. As máscaras nos protegem muito. Uma menina da minha classe pegou covid-19 do pai e ninguém mais da nossa classe detectou sintomas nos 14 dias [seguintes].” CAROLINA L., 9 ANOS, SÃO PAULO (SP)

Fontes: CBS News, CDC e CNN Brasil.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 178 do jornal Joca

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email