Um novo ataque cibernético de grande dimensão atingiu, nessa terça-feira, 27 de junho, instituições do mundo todo.

De acordo com autoridades suíças, empresas e bancos da Ucrânia, Rússia, Reino Unido e Índia foram os mais afetados.

O vice-premiê ucraniano, Pavlo Rozenkoe, afirmou pelas redes sociais que diversas instituições de seu país, incluindo o Banco Central, o metrô de Kiev, a companhia estatal de energia e a rede de informática do Governo Nacional foram atingidas.

Além disso, as petroleiras russa Rosneft e a dinamarquesa Maesrk também foram afetadas.

Segundo especialistas, o vírus usado no ataque foi identificado como Petya.A, um ransomware muito parecido com o WannaCry, que atingiu mais de 150 países em maio desse ano, incluindo o Brasil.

O ransomware exige o pagamento de um resgate para liberar os equipamentos invadidos. De acordo com o secretário do Conselho de Segurança da Ucrânia, há indícios de que a Rússia esteja por trás do ataque.

Técnicos em segurança da informação estão alertando os usuários para que tomem cuidado com seus computadores, uma vez que esse tipo de vírus é transmitido com facilidade, como ao abrir um e-mail ou clicar em algum arquivo anexado.

Enquete

Qual é o acontecimento mais esperado de 2020?

Comentários (0)

Compartilhar por email