Nesta terça-feira, dia 17, o Zoológico de Columbus, nos Estados Unidos, anunciou a morte da gorila mais velha do mundo.

Apesar de a maioria dos animais da espécie não viverem mais do que 40 anos, Colo chegou aos 60 anos, 20 anos a mais do que a média.

No Facebook, o Zoológico de Columbus postou uma mensagem do presidente, Tom Stalf, lamentando a morte do animal: “Colo tocou o coração de pessoas que vinham para vê-la e daqueles que cuidaram dela ao longo de sua vida. Ela inspirou pessoas a aprender mais sobre as espécies ameaçadas de extinção e as motivou a proteger a natureza, a casa dos gorilas”.

Colo quando era pequena

Agora, o zoológico fará uma investigação para saber a causa de sua morte. Recentemente, Colo passou por uma cirurgia para tirar um tumor e, apesar de estar se sentindo bem nos últimos dias, há chances de a morte ter sido causada pela doença.

Além de ser a mais velha da espécie, Colo também foi o primeiro gorila a nascer longe da natureza, sob os cuidados dos humanos. Ao longo da vida, ela teve três filhos, 16 netos, 12 bisnetos e 3 tataranetos.

Os gorilas fazem parte da lista de animais ameaçados de extinção e sua espécie corre sério risco de desaparecer nos próximos anos.

Para evitar que isso aconteça, é preciso diminuir a caça e parar de destruir as florestas onde eles vivem.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email