Líderes dos países que fazem parte do grupo da OTAN,  Organização do Tratado do Atlântico Norte, fizeram  uma reunião em Varsóvia e todos concordaram que deveriam se unir para combater o Estado Islâmico, fornecendo mais apoio militar aos países no Oriente Médio e ao norte da África, alvos do extremismo islâmico.

Foto: Tiberio Barchielli/ Palazzo Chigi
François Hollande, Matteo Renzi, Angela Merkel, Barack Obama e David Cameron, durante reunião da OTAN em Varsóvia.

Os líderes também concordaram em lançar uma nova missão naval no Mar Mediterrâneo e se comprometeram a manter presença militar estável no Afeganistão e a subsidiar as forças de segurança afegãs até 2020.

O secretário-geral da OTAN, Jens Stoltenberg disse que a organização iniciará uma missão de treinamento e capacitação para as forças armadas do Iraque, país que ele considera central na luta contra o Estado Islâmico.

A OTAN também trabalha para estabelecer uma central de inteligência na Tunísia, um grande local de recrutamento do Estado Islâmico, e também irá fornecer apoio para as operações especiais da Tunísia.

Saiba mais:
A OTAN (Organização do Tratado do Atlântico Norte) ou NATO (North Atlantic Treaty Organization)  é uma organização militar criada em 1949.

Países membros
Alemanha Bélgica, Canadá, Dinamarca, Espanha, Estados Unidos da América, França, Grécia, Países Baixos, Islândia, Itália, Luxemburgo, Noruega, Portugal, Reino Unido, Turquia, Hungria, Polônia, República Tcheca, Bulgária, Estónia, Letônia, Lituânia, Romênia, Eslováquia e a Eslovênia.

Objetivos
Como objetivos principais da OTAN, na atualidade, podemos citar: garantir a segurança militar no continente europeu e exercer influência nas decisões geopolíticas da região.

Foto: Tiberio Barchielli/ Palazzo Chigi

Enquete

De qual capa do Joca em 2022 você mais gostou até agora?

Comentários (0)

Compartilhar por email