Heloísa B., 11 anos, sempre foi fã de salsinha e cebolinha. Na quarentena, com terra e vasos que tinham em casa, ela e a mãe resolveram cultivar esses alimentos.

“Gosto porque a cada dia você vê a evolução das plantas. Demora um pouco para crescer, mas você vê que o seu esforço deu frutos. Eu já comi a salsinha que plantei e agora está crescendo mais”, conta Heloísa.

Heloísa B., de 11 anos, já plantou salsinha, cebolinha e tomate cereja em sua horta

Outro que passou a se dedicar à prática foi Lucas S., de 14 anos. Ele já gostava de plantas, mas entrou de vez nesse mundo durante o isolamento social.

“Como agora eu tenho bastante tempo livre, comecei a plantar mais. Já plantei alface, rúcula, tomate, feijão, beterraba e hortelã. Em casa,
a gente já comeu algumas coisas”, diz ele, que só dispõe da ajuda do pai às vezes.

“Eu gosto muito da sensação de plantar a sementinha, ver crescer e depois colher aquilo que você plantou”, diz Lucas S., de 14 anos

Por que ter uma horta?
No Brasil, 57% da população vive em cidades, segundo dados de 2018 do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

De acordo com o biólogo Anderson Santos, da Escola de Botânica (SP), isso faz com que muitas pessoas tenham pouca conexão
com a natureza. Cuidar de uma horta ajuda a criar ou retomar essa ligação.

“Você tem que dosar a quantidade de água, o tempo que a planta fica no sol,
plantar a semente e esperar sair uma folha… Isso nos coloca no lugar de observadores da natureza. Estudos mostram que quem cuida de hortas é menos ansioso, por exemplo”, explica.

Dicas de cultivo do Anderson

Para fazer hortas em casas

1) Separe sementes ou alimentos que você já tenha na sua residência

Usando sementes: a vantagem de começar uma horta com sementes é que você poderá acompanhar todas as etapas do crescimento das plantas. Você pode adquirir as sementes em sites ou lojas que vendem produtos de jardinagem ou pode aproveitar de alimentos que compramos para comer, como tomate, maçã, laranja, mexerica e abacate. Basta separar e plantá-las na terra.

Alimentos que já tenha em casa: itens que os seus pais ou responsáveis adquirem no mercado podem ser aproveitados na sua horta. No caso da alface e da cebolinha, por exemplo, basta cortá-las um centímetro acima do fim da raiz (peça a ajuda de um adulto para fazer isso) e plantá-las na horta. Você verá que, na terra, esses vegetais continuarão a crescer. Quando estiverem maduros, você poderá colhê-los e servi-los no almoço ou jantar.

2) Molhe a horta todos os dias

As hortaliças que ficam em áreas externas devem ser molhadas todos os dias. Não tenha medo de exagerar na quantidade de água. Como elas passam muito tempo expostas à luz solar, se você não as regar todos os dias, a tendência é que elas sequem rapidamente.

Para fazer hortas dentro de apartamentos

1) Coloque as hortaliças no lugar mais iluminado do apartamento

A maioria das plantas que usamos em hortas precisa de muita luz solar (quanto mais sol receberem, melhor).

2) Não exagere na quantidade de água

Se o sol bate na planta o dia inteiro, você pode colocar uma quantidade pequena de água nela todos os dias. Se não for o caso, é melhor molhar dia sim, dia não, em pequenas quantidades.

Dicas gerais (valem para casas e apartamentos)

Adubos

Toda planta cultivada pelo homem, independentemente de ser uma hortaliça ou não, precisa de três elementos básicos para sobreviver: água, luz e adubo. Por isso, ao longo de toda a vida da planta, é necessário adubá-la. O ideal é que isso seja feito uma vez por mês. Se não conseguir, tente fazer pelo menos uma vez a cada três meses. O melhor é o adubo de húmus de minhoca.

Vasos ou recipientes

Você pode fazer uma horta usando vasos ou recipientes – de preferência recipientes já usados, como potes de alimentos, para que você possa reaproveitá-los e ajudar a natureza evitando o descarte de resíduos. 

O ideal é disponibilizar um vaso ou recipiente para cada planta. Na parte de baixo deles, é fundamental fazer furinhos (peça a ajuda de um adulto para isso). Se acumular água, as raízes apodrecem e a planta morre.

Dicas divertidas

– Faça plaquinhas com o nome de cada planta e coloque-as na terra ou no recipiente em que as plantas estão. Assim, todos saberão o que você está cultivando.

– Faça uma tabela de acompanhamento das plantas. Marque o dia em que você a plantou, o dia em que a primeira folha apareceu, o dia em que fez a colheita… Assim, você terá uma boa noção da evolução da hortaliça e de como o seu trabalho contribuiu para o crescimento dela. Vale a pena até desenhar cada etapa do processo.

Enquete

Na sua opinião, até agora, qual foi o fato mais importante de 2020 (além da pandemia do novo coronavírus)?

Comentários (10)

  • Lara Scharf Viegas.

    2 dias atrás

    Eu amei mesmo esse jornal agora só venho aqui.

  • Lara Scharf Viegas.

    2 dias atrás

    Eu e meus amigos da escola vamos ter que fazer uma entrevista de noticias verdadeiras e eu escolhi esse jornal pq eu acho que é muito bom.

  • Dora Zacche

    1 semana atrás

    acho bom irmos para nosso quintal,para brincar lá fora,que é melhor que só ficar nos eletrônicos

  • luciano felix viegas

    1 semana atrás

    amei ler isto fiz até um resumo para minha escola

  • josevandro

    4 semanas atrás

    eu tenho galinhas, pintinhos, cachorro, galos e capotes

  • josevandro

    4 semanas atrás

    eu planto boldo e malva serve como remedio

  • matheus

    1 mês atrás

    eu plantei um girasol

  • José Armando ribeiro

    1 mês atrás

    Eu tenho um cachorro e também tenho galinha e pintinho

  • Isadora Mizukami

    1 mês atrás

    Eu planto cebolinha,morango e lichia

  • Amanda

    1 mês atrás

    Eu tenho uma horta em casa,gosto muito de cuidar dela.

Compartilhar por email