Em que consiste o cyberbullying?

O cyberbullying é um tipo de perseguição repetida e premeditada realizada pela internet, em redes sociais, celular e videogames online. São muitas as formas de praticá-lo, sendo as mais comuns:

-Postar imagens e fazer comentários maldosos;

-Divulgar informações falsas;

-Roubar a senha e usá-la para incomodar outras pessoas;

-Excluir alguma pessoa de um jogo.

Quais são as consequências para a vítima?

O cyberbullying entre pessoas da mesma idade provoca tanto ou mais dano do que o bullying, embora não exista contato físico. Existem casos extremos, como o de Amanda Todd, que pode ser lido no blog do Joca.

Quem sofre cyberbullying também tolera um estresse profundo, porque não consegue pará-lo. A pessoa pode ser atacada em qualquer momento e em qualquer lugar. Muitas vezes, a perseguição ainda pode acontecer publicamente e permanece na internet sem que se possa fazer nada para apagá-la. Além disso, em determinadas ocasiões não se conhece quem está por trás do bullying e pode até ocorrer que sejam várias pessoas desconhecidas. Trata-se de uma sensação de impotência muito grande porque identificar e perseguir os assediadores muitas vezes é uma tarefa complicada.

Quais são as consequências do cyberbullying para quem o realiza?

A lei é a mesma tanto fora da internet quanto na rede. Quem pratica cyberbullying está cometendo delitos: ameaças, coações, danos contra a intimidade e honra, roubo de identidade…

Como evitar para não ser uma vítima?

Não é fácil, e qualquer pessoa pode se tornar uma vítima a qualquer momento. No entanto, estas três dicas podem ajudar a evitar o cyberbullying:

-Evitar ser agressivo ou desrespeitoso em todos os momentos;

-Não ceder a provocações;

-Proteger os dados pessoais e a privacidade.

Cinco dicas para a vítima?

–       O mais importante é pedir ajuda a uma pessoa adulta de confiança. Quem sofre cyberbullying não deve se sentir culpado em nenhum momento;

–       Se a perseguição acontece em uma rede social ou em um videogame online, pode ser útil denunciá-lo ao administrador do serviço;

–       Manter a calma e não responder aos insultos ou ofensas;

–       Não realizar suposições porque muitas vezes quem nos persegue tenta nos enganar;

–       Salvar as provas do cyberbullying (mensagens, comentários…).

 

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (1)

  • CEU EMEF JARDIM PAULISTANO

    2 anos atrás

    EU ACHO MUITO ERRADO FAZER BULLYING SEJA VERBAL OU CYBER. OBRIGADA PELA MATÉRIA ME ESCLARECEU MUITO

Compartilhar por email