Por Joanna Cataldo

Quem vai para a praia muitas vezes encontra um cenário de sol, mar, barracas… e muito lixo! Em todo o litoral brasileiro, é cada vez mais comum ver resíduos espalhados na areia ou no mar. Não à toa, em 2015, a revista Science divulgou uma lista dos países que mais poluem os mares e o Brasil ficou na 16ª posição, à frente dos Estados Unidos, por exemplo, que figurou em 20º lugar.

Para pessoas que participam de mutirões na praia, a grande quantidade de lixo é algo muito visível. É o caso, por exemplo, do Lucas B., de 10 anos, que fez parte de uma ação de limpeza organizada pela ONG Parceiros do Mar na praia de Leste, no Paraná, em 2018. Ele e os colegas da organização não governamental 5C Cultural, da cidade de Paranaguá, foram divididos em grupos e, após receber instruções dos adultos, saíram pela areia recolhendo o lixo deixado pelos frequentadores. “Eu recolhi muitos canudos, sacolas plásticas, chinelo… Tinha muito lixo!”

#PraCegoVer: A imagem mostra um grupo de crianças sentadas na areia da praia. Na frente delas há muitos sacos de lixo azul. Sentada de costas está uma mulher. Atrás das crianças estão cinco adultos em pé. Ao fundo, é possível ver o mar. Crédito da imagem: divulgação.

Sara C., de 11 anos, uma das participantes, diz que, ao todo, o grupo dela recolheu dois sacos de lixo grandes e chegou a encontrar até palitos de pirulito na areia. “As pessoas não levam até o lixo e os resíduos ficam lá jogados”, diz.

A ação teve participação de adultos e 23 crianças, que recolheram mais de 50 sacos de lixo grandes da praia. Uma forma de diminuir esse impacto para a natureza está ao alcance de todos: sempre recolher o lixo que você produz enquanto se diverte na praia.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 125 do jornal Joca.

Enquete

Na sua opinião, até agora, qual foi o fato mais importante de 2020 (além da pandemia do novo coronavírus)?

Comentários (0)

Compartilhar por email