Na porta de uma escola em Roma, na Itália, crianças organizaram uma campanha de doação de alimentos e brinquedos. A frase no cartaz significa "deixe o que puder, pegue o que precisar". Foto: Simona Granati - Corbis/Corbis via Getty Images

Com a pandemia do novo coronavírus, muitas pessoas, comunidades, hospitais e instituições estão tendo dificuldades para ter acesso a itens básicos – como alimentos, remédios e materiais de higiene. Por isso, organizações e pessoas estão se mobilizando para ajudar quem mais precisa neste momento. Confira algumas ações e campanhas que estão acontecendo ao redor do mundo:

Compra de alimentos para quem não pode sair de casa

Pessoas que fazem parte do grupo de risco da covid-19 (que são aquelas que possuem mais chances de ter complicações caso contraiam a doença, como os idosos) também precisam comprar alimentos, remédios e outros itens. Por isso, famílias e pessoas que não correm tantos riscos estão se mobilizando para fazer isso por eles. Bilhetes foram deixados em portarias de prédios e outros locais com mensagens de quem está se voluntariando para fazer compras de idosos e outras pessoas em grupos de risco.

Doação de sangue

Com grande parte da população em casa, as doações de sangue diminuíram bastante, o que está fazendo com que muitos hospitais precisem ainda mais de doações desse tipo. Campanhas estão sendo feitas para que as pessoas acima de 18 anos (idade mínima permitida para isso) se mobilizem para doar.

Arrecadação de materiais para hospitais

Além de doações de sangue, muitos hospitais estão precisando de materiais como remédios e equipamentos para o grande número de pacientes que estão sendo atendidos durante a pandemia. Para ajudar, estão sendo feitas doações para hospitais. É o caso do Fundo Emergencial Para a Saúde, uma campanha criada em 23 de março que tem como objetivo arrecadar fundos que serão doados para hospitais.

Compra de alimentos e itens de higiene para quem precisa

Alguns programas, como o Quarentena sem Fome, foram criados para que as pessoas possam doar qualquer valor, a partir de 10 reais, que será usado para comprar alimentos e itens de higiene pessoal (como sabonetes) para comunidades carentes e moradores de rua. Além dos novos projetos, campanhas que já existiam, como o Projeto Mãos Invisíveis, estão se mobilizando para atender às necessidades básicas dos moradores de rua com a pandemia do novo coronavírus, arrecadando itens como álcool em gel, sabonetes, luvas e máscaras descartáveis.

Materiais básicos para comunidades indígenas

Algumas comunidades indígenas estão localizadas em lugares onde o acesso a alimentos, remédios e materiais de higiene é mais difícil. Por isso, elas também precisam de ajuda para se manter saudáveis durante a pandemia do novo coronavírus. Organizações como a Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (Apib), por exemplo, estão organizando campanhas em que todo o valor arrecadado será usado para comprar esses itens para aldeias indígenas.

Fontes: Apib, Folha de S.Paulo, Fundo Emergencial Para a Saúde, Projeto Mãos Invisíveis, Quarentena sem Fome.

Enquete

Como você prefere estudar enquanto está em casa?

Comentários (8)

  • Rafa

    4 semanas atrás

    Essa situação de quarentena é difícil, mas com o amor, carinho, empatia e trabalho duro tudo isso vai passar! :D

  • 123

    1 mês atrás

    EU GOSTEI MUITO DO TEXTO POR QUE VC APRENDE

  • patricia

    1 mês atrás

    É muito difícil ficar nessa situação do covid-19

  • malu

    1 mês atrás

    esta bem chato mas logo vai passar

  • Fernando

    1 mês atrás

    Os hospitais que estão trabalhando tão com empatia para salvar vidas de outras que estão doentes, mas outras não dão certos é o que da pra fazer né (:

  • Fernando

    1 mês atrás

    Os hospitais que estão trabalhando tão tendo muita impatia

  • bia

    1 mês atrás

    que legal

  • Alexandre

    1 mês atrás

    achei legal as campanhas é bom se preparar esta difícil o covid-19 então gostei da reportagem

Compartilhar por email