site_0023_0016-500-332-20110111164643

Palmira é uma antiga cidade na Síria, que fica num oásis a 210 km de Damasco, capital do país. A cidade que fica localizada entre o Mar Mediterrâneo e o Rio Eufrates, virou ponto de passagem para as antigas caravanas que levavam produtos mundo afora.

Site de Palmyre

O nome “Palmira” é uma homenagem as palmeiras, as árvores que existiam lá em grande quantidade.

A cidade síria tem monumentos arqueológicos de mais de 2 mil anos e foi declarada Patrimônio da Humanidade pela Unesco, corre o risco de ser destruída pelo grupo terrorista Estado Islâmico, que usa violência para dominar o país. Após oito dias de combates na cidade, o EI anunciou no Twitter a conquista da cidade, dizendo que o exército e a população síria fugiram, deixando muitos mortos.

site_0023_0017-500-332-20110111164714

A ocupação da cidade histórica de 4.000 anos que tem templos, castelo, colunas, arcos gigantescos e tumbas, provoca grande temor no mundo. Os jihadistas já destruíram muitas estátuas, peças e tesouros arqueológicos nas cidades antigas que conquistaram e

Palmira tem monumentos valiosos que são visitados por 150.000 turistas por ano. “A cidade é o local do nascimento da civilização humana e pertence a toda a humanidade”, alerta a Unesco.

A guerra entre o EI e o governo sírio começou em 2011 e já matou mais de 220 mil pessoas. O EI já conquistou metade da Siria.

Patrimônio da Humanidade: nome dado pele Unesco (Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura) aos locais que devem ser protegidos pois são valiosos para todo o mundo. Há 754 patrimônios no planeta e o Brasil guarda 17 deles.

site_0023_0020-500-332-20110111165324

Estado Islâmico: Surgiu no Iraque a partir do grupo terrorista al-Qaeda. É o grupo mais radical do mundo e quer tomar o poder na Siria e no Iraque, usando muita violência. Recrutou 6 mil combatentes no Iraque e 7 mil na Síria.

Jihadista: membros do EI que promovem a jihad, ou guerra santa, originada por diferenças entre as religiões.

Unidos pela herança


A ONG Unite4Heritage está lançando uma campanha para proteger Palmira. A ONG protege locais culturais que têm valor histórico para humanidade e que podem ser destruídos por extremistas em casos de guerra. Com apoio da Unesco, da Interpol (Organização Internacional de Polícia Criminal), museus, casas de leilão e governos, a entidade barra a venda ilegal de peças e obras saqueadas dessas áreas.

Ave rara

Uma espécie rara de ave está ameaçada de extinção por causa do ataque do Estado Islâmico sobre Palmira. Três pássaros que viviam em cativeiro foram abandonados depois que seus cuidadores fugiram da guerra.

O governo ofereceu uma recompensa de US$ 1 mil (cerca de R$ 3 mil) por informações sobre as aves.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2021?

Comentários (0)

Compartilhar por email