A organização dos Jogos Olímpicos Rio 2016 disse que errou sobre a morte da onça Juma, que tomou um tiro depois participar do revezamento da Tocha Olímpica em Manaus.

“Erramos ao permitir que a Tocha Olímpica, símbolo da paz e da união entre os povos, fosse exibida ao lado de um animal selvagem acorrentado”, admitiu o comitê.

“Estamos muito tristes com o desfecho que se deu após a passagem da tocha. Garantimos que não veremos mais situações assim nos Jogos Rio 2016.”

A onça foi morta pelo Exército após fugir e avançar contra um militar, na segunda-feira, dia 20, após o local receber o ‘Tour da Tocha’.

Ela escapou e uma equipe de militares e veterinários tentou resgatar o animal. Porém, mesmo atingida com tranquilizantes, Juma atacou um militar e outro soldado deu um tiro de pistola nela, por medida de segurança. O animal morreu no local.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email