Você já ouviu falar em microplásticos? Esses pedacinhos de plástico estão poluindo o meio ambiente, mesmo sendo tão pequenos a ponto de não ser possível vê-los. Para entender melhor o que está acontecendo e por que cada vez mais se fala nesse assunto, Marina I., de 12 anos, participante do Clube do Joca, entrevistou o engenheiro ambiental Luis Fernando Amato, da Universidade de São Paulo (USP). Confira.

microplásticos 191
A poluição causada pelo plástico, como nesta imagem de Jacarta, na Indonésia, preocupa o mundo todo. / #pracegover: foto aérea de canoa em águas tomadas de resíduos plásticos. Crédito de imagem: GETTY IMAGES

O que são os microplásticos e de onde vêm?

Os microplásticos são partículas de diversos tipos de plásticos com tamanhos inferiores a 5 milímetros de comprimento. Essas partículas são geradas pela ação do sol, chuva, ventos e até mesmo por microrganismos [organismos compostos por uma única célula, também conhecidos como micróbios] em resíduos de plástico que são dispostos no meio ambiente de forma inadequada. Existem também os microplásticos que já são fabricados em tamanhos bem pequenos e utilizados em produtos como pastas de dente e cosméticos. Podem ser extraídos de pneus de carros, roupas sintéticas e tintas, por exemplo.

Luis Fernando Amato 191
O engenheiro ambiental Luis Fernando Amato fala sobre o tema | #pracegover: foto do engenheiro ambiental Luis Fernando Amato de camiseta azul-clara e óculos de grau. Ele tem barba e bigode. Crédito de imagem: ARQUIVO PESSOAL

Quais são os países que mais produzem resíduos de plástico por pessoa no mundo?
Segundo a WWF [World Wide Fund for Nature, organização não governamental que atua na preservação do meio ambiente], esses países são Estados Unidos, China, Índia e Brasil [que gera 11,3 milhões de toneladas de lixo plástico por ano, o que equivale ao peso de cerca de 1.800 elefantes-da-savana]. Considerando apenas a produção de resíduos plásticos por pessoa, Trinidad e Tobago [no Caribe] é o país que mais gera lixo desse material, cerca de 1,5 kg por pessoa diariamente.

Quais são os riscos do microplástico para a nossa saúde e a dos animais?
Já se sabe que os microplásticos causam diversos danos para a saúde dos animais, principalmente os marinhos. Alguns deles são respostas inflamatórias no organismo, bloqueio intestinal, diminuição na capacidade reprodutiva e até mesmo a redução nos níveis de energia. Caso os microplásticos tenham tamanhos nanométricos [um nanômetro corresponde a 0,000001 milímetro, ou seja, muito pequeno], eles podem chegar à corrente sanguínea, ao sistema linfático e atingir outros órgãos, como fígado, rins e coração. Entretanto, ainda não sabemos quais são os reais efeitos na saúde dos seres humanos.

Marina-clube-joca
#pracegover: Marina usa blusa preta e sorri. Foto: arquivo pessoal

Eles realmente podem estar por toda parte, dos oceanos profundos ao Everest?
Sim. Em 1972, dois cientistas, E. J. Carpenter e K. L. Smith, publicaram na revista científica Science, o primeiro alerta sobre o grande volume de resíduos plásticos no Oceano Atlântico. Desde então, a presença dos microplásticos em todo o planeta cresceu consideravelmente, em virtude do aumento da produção, consumo e disposição incorreta de resíduos plásticos no meio ambiente. Hoje, cientistas já localizaram microplásticos em regiões mais profundas do oceano, como a Fossa das Marianas, e em áreas remotas e desabitadas, como as montanhas alpinas e o Ártico.

É possível que os copos plásticos liberem microplásticos em nossos cafés e chás?
Sim. Um recente estudo liderado pelo cientista Christopher Zangmeister, publicado na revista Environmental Science & Technology (EST), descobriu que alguns tipos de copos plásticos descartáveis podem liberar trilhões de nanopartículas plásticas quando expostos à água fervente. Portanto devemos evitar beber líquidos quentes em copos descartáveis.

Os microplásticos podem poluir terras agrícolas?
Eles podem chegar às terras agrícolas principalmente por ação do vento, irrigação, cobertura vegetal e lodo proveniente das estações de tratamento de esgoto. As partículas de plástico podem alterar a estrutura do solo, como a capacidade de retenção de água, e as comunidades microbianas que são essenciais para o desenvolvimento das plantações.

Quanto tempo o plástico demora para se decompor?
O tempo de decomposição dos plásticos varia de acordo com a natureza do material. Por exemplo, uma garrafa plástica pode demorar entre 450 e 500 anos para se decompor totalmente, ou seja, desaparecer do meio ambiente.

O que podemos fazer para diminuir a quantidade de microplásticos na natureza?
A primeira e principal ação recomendada é recusar, quando possível, materiais plásticos, principalmente os de uso único (como copos descartáveis, canudinhos e sacolas plásticas). Dê preferência ao uso de sacolas de tecido de algodão durante as compras, procure adquirir produtos a granel [quando você compra algo por peso e não há uma embalagem pronta com o item] e leve o próprio recipiente. Recuse o canudinho plástico — hoje temos outras opções, como canudo de metal, bambu ou mesmo papel. Lembre-se de que o mais importante é reduzir, reutilizar e reciclar tudo aquilo que consumimos diariamente.

Fonte: WWF.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 191 do jornal Joca.

Ixi! Você bateu no paywall!

Ainda não é assinante? Assine agora e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Joca.

Assinante? Faça Login

Voltar para a home

Ou faça sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo do Joca

Assine

Enquete

Sobre qual assunto você gosta mais de ler no portal do Joca?

Comentários (7)

  • Confira dez avanços ambientais em 2023 - Jornal Joca

    5 meses atrás

    […] Confira a entrevista feita pela Marina, repórter mirim do Joca, com o engenheiro ambiental Luis Fernando Amat… […]

  • Tem início a CES 2023, maior feira de eletrônicos do mundo – Jornal Joca

    1 ano atrás

    […] *Saiba o que são os microplásticos no Repórter Mirim da edição 191 do Joca. […]

  • Augusto César

    1 ano atrás

    muito importante saber que os copos plásticos podem fazer mal a saúde, para que a gente possa ter um consumo com mais cuidado e economia.

  • kiwi

    1 ano atrás

    que top esse asunto nem sabia que existia microplasticos

  • luis miguel batista dos santos

    1 ano atrás

    manda um oi jornal joca

  • Jornal Joca

    1 ano atrás

    Oi! :)

  • AliciaYoshihisa

    1 ano atrás

    foi interessante saber o entrevistador😁😁😁😁😘😘😊😂🤣❤️😍👌😘😁💕👍🙌

Compartilhar por email

error: Contéudo Protegido