Senado aprovou nessa quarta (8) medida provisória que trata da reforma do ensino médio.

O texto foi aprovado por 43 votos a favor e 13 contrários e vai, agora, para aprovação do presidente Michel Temer.

Resultado de imagem para ensino médio

COMO FICOU

60% do currículo dos três anos do ensino médio terão conteúdo obrigatório da Base Nacional Curricular Comum, ou seja, todos os brasileiros que estudam, terão as mesmas aulas.

Resultado de imagem para ensino médio

Os outros 40% serão de escolhas das escolas e do estudante, que escolherá cinco áreas de estudo já no início do ensino médio:

 

português/linguagens,

matemática,

ciências da natureza,

ciências humanas

formação técnica e profissional.

Educação física, arte, sociologia e filosofia, que eram opcionais voltam a ser obrigatórias no currículo.

A língua inglesa passará a ser a disciplina obrigatória no ensino de língua estrangeira, a partir do sexto ano do ensino fundamental.

Resultado de imagem para ensino médio

Outra mudança: profissionais com saber na matéria poderão dar aulas, mesmo que não tenham formação acadêmica específica para dar aulas. Isso vai permitir, por exemplo, que um engenheiro dê aulas de matemática ou de física e não mais, necessariamente, um professor com licenciatura nessas áreas.

A carga horária também aumentou. A medida incentiva a ampliação de escolas de tempo integral. No prazo máximo de 5 anos, todas as escolas de ensino médio do Brasil devem ter carga horária anual de pelo menos mil horas. Atualmente, o total é de 800 horas por ano.

A Medida Provisória foi elaborada pelo Ministério da Educação.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email