Mercado-Lisboa-Coronavirus
Pessoas passam por higienização antes de entrar em mercado de Lisboa, Portugal, em 18 de março. Foto: Horacio Villalobos#Corbis/Corbis via Getty Images.

Redes sociais ao redor do mundo trazem a cada dia mais casos de solidariedade envolvendo o novo coronavírus. Alguns exemplos disso são bilhetes que os mais jovens têm deixado para vizinhos idosos, colocando-se à disposição para ajudar.

A proposta é simples e se espalha por elevadores e grupos de redes sociais: possibilitar que idosos (que estão em casa para evitar contato com pessoas doentes) acionem a colaboração de um vizinho, que fará compras de itens de mercado e farmácia, por exemplo, em seu lugar.

Em Londres, capital da Inglaterra, um morador chegou a fazer um tipo de cartão para oferecer ajuda, com direito a opções, como comprar itens, receber uma ligação gentil e ir até o correio. Alguns cartões foram impressos e distribuídos pelo bairro.

Cartao-Garoto-Londres-Coronavirus
O cartão feito pelo morador de Londres ainda dá dicas, como lavar as mãos com frequência. Imagem: reprodução Facebook.
Bilhete-Idosos-Coronavirus-Portugal
Em Lisboa, capital de Portugal, a moradora de um prédio ofereceu ajuda e lembrou: “Ninguém é uma ilha”. Imagem: reprodução Instagram.

Outra atitude de solidariedade foi vista na Espanha, em 15 de março. Em Sevilha, um professor de educação física decidiu oferecer uma aula, de cima de um telhado, para os moradores de um prédio. A Espanha decretou medidas que restringem a circulação das pessoas em 14 de março.

Fontes: BBC, Publico, Razões Para Acreditar e UOL.

Enquete

O que você vai fazer primeiro quando a quarentena acabar?

Comentários (0)

Compartilhar por email