Cidade pernambucana controlou o Aedes aegypti com peixinhos e 
prova que a técnica de usar predador natural funciona

Piaba, peixinho que come ovos de mosquito

Piaba. Esse é o nome do peixinho que está ajudando uma cidade inteira a se livrar da dengue.

O pequeno peixe mede até 5 cm, tem boca pequena, dentes poderosos e está sendo usado para combater a dengue em Itapetim, em Pernambuco.

A população dessa cidade que fica no sertão pernambucano, está há mais de 4 anos sem água em casa por causa da seca na região.

Para os moradores sobreviverem, eles tiveram que espalhar muitas caixas d’água pelas ruas e nos quintais de casa, o que fez os mosquitos proliferarem já que eles adoram locais escuros e com água parada.

Itapetim, a cidade que usa peixes para prevenir a dengue

As piabas, peixinhos de água doce, são colocadas nas caixas d’ água para comerem os ovos do mosquito Aedes Aegypti, que transmite a dengue, a febre chikungunya e o zika vírus.

Em abril a cidade teve o maior índice de infestação pelo mosquito do Estado. Lá, em cada 100 casas, 13 tinham larvas o ou mosquito.

A ideia surgiu a partir de um estudo feito no Rio Grande do Norte e depois de alguns ajustes, funcionou.

No começo o cloro que eram usado no encanamento da cidade matava os peixes que estavam nos reservatórios. A prefeitura tinha que trocar os peixinhos toda semana.

Agora, os moradores tiram os peixes antes de encher seus reservatórios e esperam 5 horas para colocá-los de volta. Assim, eles sobrevivem.

Todos os dias, agentes de saúde entram nas casas levando os peixinhos. Eles colocam uma piaba em cada reservatório de até 200 litros. Em locais maiores, colocam até 5 peixinhos.


São usados cerca de 2.500 piabas por semana.

Itapetim, em Pernambuco

O problema agora é que os peixes estão acabando na região. A prefeitura fez um criadouro e começou a comprar o peixe em outras cidades para evitar a extinção do peixinho essa localidade.

Mesmo assim, o alerta continua valendo para toda população brasileira: não deixe água parada em potinhos, pneus, garrafas usadas. Tampe todos os reservatórios e baldes de água. 

Veja abaixo mais dicas:

 

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email