Atendendo a pedidos de autoridades de países europeus, a Organização Mundial da Saúde (OMS) publicou, em 6 de outubro, um relatório em que sugere ações para diminuir a fadiga, ou seja, a sensação de cansaço que muitas pessoas estão sentindo em relação à pandemia do novo coronavírus, que já dura mais de sete meses.

A entidade afirma que os governos europeus estão preocupados com a possibilidade de que o cansaço esteja fazendo os cidadãos abandonarem as medidas de segurança, como uso de máscara e distanciamento das outras pessoas. A OMS ressalta que, embora o cansaço seja natural, ainda não é possível interromper os protocolos contra a covid-19, pois isso provocaria um aumento no número de casos.

As dicas da OMS Confira alguns exemplos de medidas que a OMS sugere que sejam adotadas por autoridades europeias

  • Fazer contato com grupos de pessoas (clubes esportivos, organizações de jovens, líderes religiosos, entre outros) e pedir que pensem em maneiras criativas de motivar a comunidade a continuar se protegendo do vírus.
  • Criar ações para que a população siga as medidas de segurança de forma simples e barata. Para isso, a OMS sugere a distribuição gratuita de máscaras e recipientes de álcool em gel e a criação de locais acessíveis para lavar as mãos.
  • Pedir aos frequentadores de escritórios e escolas, por exemplo, que discutam entre si quais seriam as melhores maneiras de colocar em prática os protocolos de segurança contra a covid-19.

Fonte: Organização Mundial da Saúde.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 159 do jornal Joca.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email