O número de casos de dengue, zika e chikungunya de janeiro e fevereiro de 2017 caiu em relação ao mesmo período de 2016.

Em janeiro e fevereiro de 2016, as três doenças juntas deixaram 590.380 pessoas sob suspeita. Já nos primeiros meses de 2017, o número de indivíduos que tinha chances de ter contraído uma dessas enfermidades era de 60.124.

Segundo especialistas, há vários motivos que explicam por que as doenças estão atingindo menos pessoas. Um deles é o esforço da população, que tem se dedicado para combater o mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika e chikungunya.

Mutirão de combate à dengue em Brasília

Apesar da diminuição no número de casos, ainda é preciso tomar cuidado com as doenças. Para isso, as pessoas devem evitar que a água se acumule em pneus, garrafas, lixeiras, entre outros.

Como o mosquito se reproduz na água parada, a melhor forma de evitar que a sua população cresça é tirando os focos.

Resultado de imagem para como evitar dengue infografico

Enquete

Que tipo de live você mais gosta de assistir?

Comentários (2)

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    3 anos atrás

    ...EXCELENTE NOTÍCIA. "O POVO UNIDO, JAMAIS SERÁ VENCIDO" PROFª TELMA

  • Marina Lima

    3 anos atrás

    =) Se a população ajudar, melhora muito!

Compartilhar por email