Marisa da Silva, esposa do ex-presidente Lula, teve morte cerebral, isto é, seu cérebro parou de funcionar, na quinta-feira, dia 2.

A ex-primeira dama do Brasil, sofreu um acidente vascular cerebral (AVC), que é quando falta sangue em uma parte do cérebro, e foi internada no hospital Sírio Libanês, em São Paulo.

Na página do Facebook de Lula, há uma mensagem que diz que os órgãos dela serão doados para pessoas que estão com problemas de saúde.

Além disso, o post também agradece “todas as manifestações de carinho e solidariedade recebidas nesses últimos 10 dias pela recuperação da ex-primeira-dama Dona Marisa Letícia Lula da Silva”.

Na quarta-feira, dia 1, os médicos disseram que o estado de saúde da ex-primeira dama tinha piorado e que ela não conseguiria se recuperar. Um pouco antes, a equipe informou que ela estava com trombose venosa profunda nas pernas.

Trombose é uma doença causada por coágulos que impedem a passagem do sangue. Em alguns casos o problema pode ficar muito sério e trazer muitas complicações para a vida da pessoa.

Marisa tinha 66 anos e era mãe de quatro filhos: Fabio Luís, Sandro Luís, Luís Cláudio e Marcos Cláudio.

Marisa Silva no dia em que Lula tornou-se presidente pela primeira vez, em janeiro de 2003

Ela e Lula se conheceram em 1973 e se casaram menos de um ano depois.

Quando Lula assumiu a presidência, Marisa achou melhor não participar de projetos sociais.

A primeira-dama atual, Marcela Temer, por exemplo, é a representante do programa “Criança Feliz”, que ajuda crianças pobres de até três anos.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email