21-01-2015 - São Paulo - Oca no Parque do Ibirapuera. Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

 

Foto: Lia de Paula/ MinC

Por unanimidade, o Conselho Consultivo do Patrimônio Cultural decidiu incluir o Museu de Arte Contemporânea de Niterói (RJ), o Conjunto de edificações projetadas pelo arquiteto Oscar Niemeyer para o Parque do Ibirapuera (SP) e a Passarela do Samba (RJ) no Conjunto da Obra de Oscar Niemeyer, na lista de obras tombadas pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan).

O Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói (foto acima), projetado por Oscar Niemeyer e localizado na Avenida Almirante Benjamin Sodré, no Mirante da Boa Viagem, é considerado, desde a sua criação, um dos mais belos ícones culturais e cartões postais da Cidade.

Foto: Tomaz Silva/ Agência Brasil

Os três vão fazer pare de lista de 24 monumentos protegidos como patrimônio cultural brasileiro em homenagem ao centenário do arquiteto Oscar Niemeyer,  há nove anos.

Inaugurado em 1984, o sambódromo do Rio de Janeiro (foto acima) tomou o lugar das arquibancadas provisórias de estrutura tubular que eram montadas anualmente para os desfiles das escolas de samba.

Desde o fim do século XIX, grêmios recreativos desfilavam pelas ruas da Cidade do Rio de Janeiro e no início dos anos 30 já existiam as primeiras escolas de samba oficiais.

Com o surgimento de novas agremiações, o desfile foi consagrado como a principal tradição do Carnaval carioca.

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

O Parque do Ibirapuera foi inaugurado em 21 de agosto de 1954 em comemoração aos 400 anos da cidade de São Paulo.

Coube ao renomado arquiteto Oscar Niemeyer realizar o projeto arquitetônico, tendo Burle Marx a responsabilidade pelo projeto paisagístico.

Com uma área de mais de 1,5 milhão de metros quadrados, o parque se transformou nas últimas décadas no mais conhecido espaço livre cultural, de lazer e recreação da cidade.

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

A proposta de tombamento se dá especificamente aos monumentos do parque que foram projetados por Oscar Niemeyer.

Por sua relevância urbanística e cultural poderão ser inscritos no Livro do Tombo Histórico e no Livro do Tombo das Belas Artes. São eles: a Grande Marquise (foto).

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

O Palácio das Nações (Pavilhão Manoel da Nóbrega, atualmente ocupado pelo Museu Afro Brasil), o Palácio dos Estados (Pavilhão Francisco Matarazzo Sobrinho, atualmente desocupado), o Palácio das Indústrias (foto) (Pavilhão Armando de Arruda Pereira, atualmente ocupado pela Fundação Bienal)

Foto: Rafael Neddermeyer/ Fotos Públicas

O Palácio de Exposições ou das Artes (Pavilhão Lucas Nogueira Garcez, também conhecido como Oca (foto), atualmente ocupado para grandes exposições), e o Palácio da Agricultura (atualmente ocupado pelo Museu de Arte Contemporânea da USP)

Fotos: Fotos Públicas

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email