Em 9 de outubro, 54 barragens que não comprovaram que estavam estáveis até 30 de setembro foram impedidas de funcionar pela Agência Nacional de Mineração (ANM). Entre elas, 33 ficam em Minas Gerais. As outras estão nos seguintes estados: Amapá, Bahia, Mato Grosso, Pará, Rio Grande do Sul, Rondônia, Santa Catarina e São Paulo. Duas vezes por ano, em março e setembro, mineradoras responsáveis por 423 barragens que apresentam determinadas características, como risco de danos caso se rompam, devem entregar um relatório sobre a estabilidade dos locais para a ANM. Das 54 barragens interditadas, 21 não tiveram a segurança comprovada e 33 não enviaram o relatório no prazo.

Fontes: ANM, Extra e G1.

Saiba mais sobre barragens e as notícias mais recentes sobre o tema nas edições 124, 125, 126, 128, 130, 133 E 139 do Joca.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 140 do jornal Joca.

 

Enquete

Quais são os assuntos que você mais gosta de ouvir nos podcasts do Joca (Revisteen e Papo Joca)?

Comentários (0)

Compartilhar por email