Japão voltará a caçar baleias na Antártica apesar dos protestos do mundo inteiro.
O governo japonês disse que vai capturar cerca de 4 mil baleias em 12 anos, para reunir informações científicas.

O Tribunal Internacional de Justiça tinha proibido a caça dos animais entre 2014 e 2015 mas, após um ano de suspensão e apesar dos pedidos da ONU e de grupos de protestos, o Japão afirmou que os navios baleeiros vão caçar baleias para uma nova missão de pesquisas na Antártica em 1º de dezembro de 2015.

baleias

Crédito: Divulgação

A missão que eles dizem ser científica, vai durar de dezembro a março e inclui um barco principal e outros três navios com uma tripulação total de 160 pessoas.

Em 2014, o Japão foi denunciado pela Austrália, que considerou que o país estava fazendo pesca comercial, para vender carne de baleia.

O Japão, então apresentou um novo projeto para a Comissão Baleeira Internacional (CBI), que prevê a captura de 3.996 baleias anãs (também chamadas Minke) na Antártida nos próximos 12 anos, uma média de 333 por temporada, frente às 900 do plano condenado pela justiça internacional.

O governo japonês diz que as capturas são necessárias para reunir informações sobre a idade da população para determinar o nível de caça que não ameace a sobrevivência das baleias.

O consumo de carne de baleia é uma tradição no Japão, que continua caçando baleias no noroeste do Pacífico e em suas águas territoriais, que não estão dentro da decisão do TIJ.

 

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (1)

  • Lisa Chacur

    3 anos atrás

    Que coisa... mito feio

Compartilhar por email