Um grupo de gorilas-do-rio-cross foi fotografado pela primeira vez com filhotes de diferentes idades nas montanhas Mbe, na Nigéria. As imagens foram divulgadas, em 8 de julho, pela Wildlife Conservation Society (WCS, Sociedade de Conservação da Vida Selvagem, em português). Essa subespécie de gorila é a mais ameaçada de extinção no mundo. Os registros indicam que existem somente cerca de 300 animais vivendo na região de fronteira entre Nigéria e Camarões.

Os pesquisadores costumam detectar a presença desses gorilas apenas por rastros de alimentação ou esterco, por exemplo, e fotos raramente são feitas. Porém, desta vez, uma “armadilha” fotográfica conseguiu registrar imagens, mostrando também diversos filhotes. “É extremamente emocionante ver tantos jovens gorilas-do-rio-cross, pois é um sinal encorajador de que esses animais agora estão bem protegidos e se reproduzem com sucesso após décadas anteriores de caça”, disse Inaoyom Imong, diretor do WCS na Nigéria, em comunicado.

#pracegover: gorilas-do-rio-cross no meio da floresta. Eles caminham com filhotes. Foto: WCS Communication

Na nota, ele também alertou que “embora os caçadores na região não possam mais atacar os gorilas, a ameaça da caça permanece, e precisamos continuar melhorando a eficácia de nossos esforços de proteção”.

Os gorilas e outras populações de animais selvagens são protegidos na área das montanhas Mbe pela WCS em parceria com a Conservation Association of the Mbe Mountains (Associação Para Conservação das Montanhas Mbe, em tradução livre — uma aliança entre nove comunidades locais). Nenhuma morte de gorila-do-rio-cross causada por humanos, como por caçadores, é registrada na Nigéria desde 2012.

Fontes: CNN, History, revista Galileu e Wildlife Conservation Society.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 153 do jornal Joca.

Enquete

Na sua opinião, até agora, qual foi o fato mais importante de 2020 (além da pandemia do novo coronavírus)?

Comentários (1)

  • Manoel Victor Mendes Marques

    1 mês atrás

    Que fofo

Compartilhar por email