O ex-presidente da Câmara dos Deputados, Eduardo Cunha, foi preso na quarta-feira, dia 19. Ele foi acusado de ter recebido 5 milhões de dólares em propina (dinheiro pago ilegalmente) e depositado esse valor em contas bancárias secretas na Suíça.

Resultado de imagem para Compagnie Béninoise des Hydrocarbures

Segundo a policia, Cunha recebeu esse dinheiro para fazer com que a Petrobras, a maior empresa brasileira de petróleo, assinasse um contrato com a Compagnie Béninoise des Hydrocarbures, empresa com sede em Benin, um país na África.

Resultado de imagem para benin

O deputado, que foi preso em Brasília (DF), foi levado para Curitiba (PR), onde ficará preso por tempo indeterminado. Os advogados que defendem Cunha ainda não se manifestaram.

Ex-deputado Eduardo Cunha entra no avião da Policia para seguir para Curitiba. (Foto Lula Marques/Agência PT)

A prisão dele foi pedida pelo Ministério Público Federal (MPF) e aprovada pelo juiz Sérgio Moro, que julga os acusados da Operação-Jato, esquema em que políticos e empresários realizavam ações que não são permitidas pela lei.

Além de Cunha, sua esposa, Cláudia, também é acusada. As investigações apontam que ela gastou 1 milhão de dólares recebidos ilegalmente por Cunha para comprar bolsas, sapatos e roupas em lojas de países como a França e a Itália.

Cunha ficou no cargo de presidente da Câmara dos Deputados até setembro, mas cassado, será obrigado a ficar longe da política até 2027.

O que é a Operação Lava-Jato?

É um esquema criado por políticos para ganhar dinheiro de maneira ilegal. Eles cobravam mais do que o necessário para que uma determinada empresa prestasse algum serviço para a Petrobras. Se a obra custava 10 reais, eles cobravam 20, por exemplo. Esses 10 reais que sobravam iam para políticos e funcionários públicos.

São Paulo - O juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba, participa do V Forum Nacional Criminal dos Juízes Federais (Fonacrim) que discute “Corrupção e lavagem de dinheiro”, no Hotel Renaissance, região central (Rovena Rosa/Agência Brasil)
Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba (Rovena Rosa/Agência Brasil)

Quem é Sérgio Moro?

É um juiz da 13ª Vara Federal Criminal de Curitiba. Responsável pela Operação Lava-Jato, ele já mandou prender políticos e empresários, ganhando a admiração de muitas pessoas. Por outro lado, muitos o criticam por não ser imparcial, isto é, por perseguir mais alguns partidos do que outros.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email