Obama anunciou um ambicioso relatório científico com o objetivo de reduzir em 17% as emissões de gases que provocam o efeito estufa até 2020 (comparado com os números de 2005).

O documento desmente o pensamento comum de que a mudança climática afeta só as geleiras ou os ursos polares e garante que os efeitos são sentidos em todos os cantos dos Estados Unidos, por meio de ondas de calor cada vez mais frequentes, incêndios mais graves, chuvas mais fortes e secas mais extremas.

Os cientistas apontam que a principal razão desse aquecimento está na emissão de gases do efeito estufa pela queima de carvão para produção de eletricidade, no consumo de petróleo e gás em veículos, na poda de árvores próxima ao solo e em algumas práticas agrícolas.

Assim, o relatório prevê que, até o fim do século 21, o aumento na temperatura pode ser de até 2,75 graus Celsius se os EUA implementarem políticas rigorosas para reduzir as emissões de carbono, ou de até 5,5 graus se as emissões continuarem aumentando rapidamente.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email