Pela primeira vez na história, pesquisadores dada Universidade de Saúde e Ciências do Estado do Oregon, nos Estados Unidos conseguiram modificar genes defeituosos em embriões humanos, o que pode significar a erradicação das doenças genéticas, ou seja, aquelas transmitidas de pais para filhos.

 Universidade Oregon
Universidade de Oregon, onde foram feitas as pesquisas

De acordo com os cientistas, os experimentos mostraram que é possível corrigir os defeitos genéticos das doenças hereditárias.

Células humanas foram modificadas

Se a técnica for aprimorada, será possível corrigir os genes defeituosos que causam doenças, e também produzir bebês com características físicas determinadas (cor dos olhos, força muscular, etc.) e mais inteligentes, o que apresenta importantes problemas éticos.

Em 2015, pesquisadores chineses modificaram os genes de um embrião, mas a técnica foi muito criticada pois vários cientistas não concordam com a modificação dos genes humanos pois ainda não existem leis sobre o que pode ser modificado no ser humano.

O Reino Unido, por outro lado, já validou projetos de pesquisa que utilizam essa técnica.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (3)

  • pedro.machado

    4 anos atrás

    O mundo sempre está evoluindo

  • Jornal Joca

    4 anos atrás

    A tecnologia vive nos surpreendendo!

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    4 anos atrás

    A CIÊNCIA, SEMPRE A FRENTE , QUE CADA VEZ MAIS SEJA ABENÇOADA E UTILIZADA EM BENEFÍCIO DA HUMANIDADE. PARABÉNS!!!! PRFª TELMA

Compartilhar por email