Brasil suspende negociação com Europa para receber refugiados sírios

Um acordo entre a Europa e o Brasil, que previa um pagamento para o país receber milhares de famílias de refugiados de guerra foi suspenso.

Criança síria refugiada na Turquia Foto: Vladimir Platonow/Agência Brasil (17/03/2016)

O Brasil buscava recursos internacionais para receber nos próximos cinco anos, cerca de 100 mil pessoas,que fugiram do conflito.

A suspensão foi ordenada pelo novo ministro da Justiça, Alexandre de Moraes que disse que o governo tem uma nova postura para receber estrangeiros e proteger suas fronteiras.  Segundo o governo, a estratégia é para dificultar a entrada de armas e drogas e combater a violência dentro do país.

Foto: Vladimir Platonow/Agência Brasil (17/03/2016)

Em 2013, o governo facilitou o ingresso de sírios e haitianos ao permitir um visto especial, mais fácil de obter. Desde então, cerca de 2 mil chegaram ao país.

A iniciativa brasileira era considerada um exemplo, segundo a Acnur (agência da ONU para refugiados) e era contrária com a de vários países que dificultaram a entrada de refugiados.

REFUGIADOS NO MUNDO

Foto: Marina Militare

Mais de 5 milhões de sírios deixaram o país desde o início da guerra civil, em 2011. Esse foi o maior deslocamento humano em todo o mundo, nos últimos 70 anos.

A Organização Internacional para a Migração afirmou que cerca de 3.370 refugiados morreram afogados em 2015 ao tentar chegar à Europa pelo Mediterrâneo.

Em 2015, o número de refugiados e imigrantes que ingressaram na União Europeia (UE) quase quadruplicou. Nesse ano, a Alemanha recebeu cerca de 1 milhão de refugiados.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email