As vendas em todo Brasil não estão das melhores. Os brasileiros deixaram de comprar muita coisa por causa da crise financeira do país e do desemprego.

Mas um evento que há 5 anos acontece no Brasil, trazido dos EUA, tem se tornado a esperança para os comerciantes. A Black Friday é hoje a segunda maior data para vendas no Brasil.

Em termos de vendas a Black Friday já ultrapassou o Dia das Mães e só fica abaixo do Natal. Os organizadores querem atingir R$ 2 bilhões em vendas.

Resultado de imagem para liquidação black friday

Em sua 6ª edição, evento que reúne descontos de produtos será realizado na próxima sexta-feira (25).

Porém, nem todas as promoções são vantajosas. Os compradores devem pesquisar muito e ficar de olho para não cairem em armadilhas.

Os descontos não devem ser maiores nesta edição pelo fato de o país estar em crise. O que deve ser maior, é o número de produtos em oferta. Porque, para dar desconto, é preciso tirar um pouco do lucro, o que os lojistas até conseguem fazer, mas não podem ter prejuízo.

Muitas lojas virtuais estão com estoque encalhado e vão usar a Black Friday para fazer promoção.

Resultado de imagem para liquidação black friday

Muitas empresas do setor de serviços como hotéis, escolas, cabeleireiros, restaurantes e companhias aéreas deve participar..

O número de brasileiros que fizeram compra pela internet pela primeira vez este ano foi de 4 milhões. Há 6 milhões de novos e-consumidores ao ano desde 2012.

CUIDADOS

Resultado de imagem para cuidado black friday

Pesquise para saber se os produtos realmente estão mais baratos. Algumas lojas aproveitam a data para anunciar promoções mas elevam os preços dias antes da Black Friday para dar a impressão de que houve desconto. Essa prática é chamada de maquiagem de preço e é considerada publicidade enganosa. O estabelecimento que a adotá-la pode ser penalizado.

Faça uma lista do que se pretende comprar e pesquisar os preços em pelo menos três lojas diferentes com duas semanas de antecedência.

Cheque se a loja existe de verdade, se tem reclamações no Procon e no site consumidor.gov.

Imprima as páginas com a oferta do produto, suas características e informações sobre a garantia. E preste atenção ao prazo de entrega.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email