Cientistas da Austrália acreditam que uma proteína encontrada no veneno da aranha pode ajudar as vítimas de derrame cerebral.

De acordo com os especialistas, a Hi1a bloqueia os principais canais responsáveis pelos danos cerebrais causados pelo AVC (acidente vascular cerebral).

O estudo, publicado pela revista da Academia Nacional de Ciências dos Estados Unidos, também afirma que a proteína encontrada oferece proteção às regiões centrais do cérebro, as mais afetadas pela falta de oxigênio quando ocorre o derrame.

O AVC (Acidente Vascular Cerebral), também chamado de derrame cerebral, é responsável pela morte de seis milhões de pessoas por ano, e por deixar outros cinco milhões de sobreviventes com sequelas irreparáveis.

Enquete

De qual capa do Joca em 2022 você mais gostou até agora?

Comentários (0)

Compartilhar por email