O Brasil recebe pela primeira vez o protótipo em tamanho real do Bloodhound, o carro mais rápido do mundo. O modelo supersônico, que em 2016 irá quebrar a barreira do som no deserto da África, é a atração da Conferência Internacional SAE Brasil de Tecnologia e Inovação, que acontece no dia 12 novembro, no Centro Brasileiro-Britânico, em  São Paulo.

O piloto Andy Green e o Jaguar FType


O evento reunirá especialistas dos setores automotivo e aeroespacial para debater as novas tecnologias de engenharia avançada.

Até 19 de novembro, os visitantes poderão ver de perto o Bloodhound e conhecer os detalhes técnicos do carro que foi criado com o objetivo de estimular as futuras gerações a se interessarem por ciência, matemática, física, química e outras disciplinas exatas.

O cockpit do carro


Na corrida pela quebra do recorde mundial de velocidade em terra, o Bloodhound está sendo projetado para ultrapassar 1.600 km/h, mais rápido do que uma bala de revólver.

São 14 metros de comprimento, 7,7 toneladas e 135 mil cavalos de potência; o que significa mais de seis vezes o que atingem todos os carros de Fórmula 1 juntos durante a largada.

A turbina utilizada é da Rolls Royce e o motor é da Jaguar.

Centro Brasileiro-Britânico, Rua Ferreira de Araújo, nº 741, Pinheiros – São Paulo/SP.
De segunda a sexta-feira, das 10h às 19h; sábado e domingo, das 10h às 16h.
No dia 12, quando será o lançamento, ele poderá ser visto pelo público geral apenas das 17h às 19h.

 

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email