Crédito: Texas Military Dept

A indústria química de Arkema, situada a 25 quilômetros a noroeste de Houston, no Texas, Estados Unidos, registrou duas explosões na noite de quinta-feira, 30 de agosto.

Crédito: Departamento Militar do Texas

Devido às fortes chuvas trazidas pelo furacão Harvey, a usina sofreu um apagão no domingo, 27, que afetou os geradores de reserva.

O apagão danificou o sistema de refrigeração de produtos químicos, que podem se tornar voláteis com o aumento da temperatura.

Após o apagão, as autoridades locais aconselharam os moradores da região a abandonarem a área dentro de um raio de dois quilômetros e procurarem abrigo em outro lugar.

Crédito: Guarda Nacional dos Estados Unidos

De acordo com os funcionários do Condado de Harris, onde fica a usina, a explosão provocou uma densa coluna de fumaça preta.

O furacão Harvey, que atingiu o estado americano do Texas no dia 26 de agosto, provocou inundações que deixaram cerca de 30.000 pessoas sem casa. Segundo as autoridades, pelo menos 30% do território de Houston está inundada. Várias casas, prédios, escolas e hospitais ficaram danificados e 38 pessoas morreram.

Foto tirada pelo astronauta Randy Bresnik da tempestade Harvey | Nasa

Além de Houston, o Harvey também atingiu a região sudoeste do estado de Louisiana. A previsão é que a tempestade avance e alcance as regiões de Arkansas, Tennessee e partes do Missouri.

Desastre natural

O Furacão Harvey foi o mais forte a atingir os Estados Unidos nos últimos dez anos. O último furacão a provocar desastres tão grandes foi o Katrina, que, em 2005, passou pelo litoral sul dos Estados Unidos (estados da Flórida, Alabama e Mississipi) e deixou aproximadamente 1800 mortos.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email