#pracegover: a página traz 18 ilustrações de mascotes de todas as Copas do Mundo de futebol. As descrições estão texto a seguir.

Willie – 1966
Este leão, símbolo do Reino Unido, nação da qual a Inglaterra — país-sede desta edição — faz parte, foi a primeira mascote de uma Copa. Sua roupa tem as cores branca, preta e vermelha. Seleção campeã: Inglaterra.

Juanito – 1970
O sombrero (chapéu típico local) e a camiseta da seleção do país-sede foram os elementos usados na mascote da primeira Copa do México. O short da mascote é branco. Seleção campeã: Brasil.

Tip e Tap – 1974
Em uma época em que a Alemanha estava dividida entre Alemanha Oriental e Ocidental, os garotos Tip e Tap foram as mascotes escolhidas para representar os dois lados — a sede foi o lado Ocidental. Eles usam camiseta branca e shorts preto. Seleção campeã: Alemanha Ocidental.

Gauchito – 1978
Na Copa da Argentina, a mascote foi um menino com adereços típicos do trabalho no campo (chapéu e faca). Ele usa camiseta listrada em azul e branco, short preto e boné azul. Seleção campeã: Argentina.

Naranjito – 1982
Foi uma mascote-fruta: uma laranja com uniforme da seleção da Espanha, país-sede, na cor vermelha — Naranjito até estrelou desenhos animados. Seleção campeã: Itália.

Pique – 1986
A mascote da segunda Copa no México era uma pimenta jalapeño, típica da culinária do país, de cor verde, com direito a sombrero e bigode. Ela usava camiseta vermelha e short branco. Seleção campeã: Argentina.

Ciao – 1990
Ciao, termo italiano usado para dar boas-vindas e se despedir de alguém, era o nome da mascote que, ao se desmontar, formava a palavra Itália em homenagem ao país-sede. Ela era formada por blocos quadrados nas cores verde, branca e vermelha. Sua cabeça era uma bola de futebol. Seleção campeã: Alemanha Ocidental.

Striker – 1994
Na Copa dos Estados Unidos, foi a vez de um sorridente cachorro se tornar o símbolo da edição. Ele tinha pelos marrons e usava camiseta branca com detalhes em vermelho. Em seus pés, uma bola de futebol. Seleção campeã: Brasil.

Footix – 1998
Uma mistura de Asterix, personagem de quadrinhos francês, com football (futebol em inglês) batizou a mascote da Copa da França. O galo é o símbolo do país. Sua cabeça era vermelha e o restante do corpo era azul. Em sua mão direita, uma bola de futebol. Seleção campeã: França.

Spheriks – 2002
Os Spheriks foram as primeiras e únicas mascotes alienígenas. Eram três: um alien roxo, outro amarelo e um azul. Esta edição trouxe outra novidade: Japão e Coreia do Sul se dividiram para sediar o evento. Seleção campeã: Brasil.

Goleo VI e Pille – 2006
O leão Goleo VI e sua bola falante de futebol, Pille, marcaram uma nova Copa na Alemanha. Ele usava camiseta branca com o número 06 estampado na frente. Seleção campeã: Itália.

Zakumi – 2010
Na estreia da competição em um país africano, a África do Sul teve como mascote um leopardo, animal comum na região. A figura tinja cabelo verde, corpo amarelo com pintas escuras e usava camiseta branca. Seleção campeã: Espanha.

Karla Kick – 2011
A gata Karla foi a primeira mascote de uma Copa do Mundo de Futebol Feminino, sediada na Alemanha naquele ano — o evento aconteceu pela primeira vez em 1991. Ela usava camiseta branca e short preto. Seleção campeã: Japão.

Fuleco – 2014
Futebol e ecologia foram as palavras que deram origem ao nome do tatu-bola que se tornou símbolo da competição no Brasil. Ele tinha cabeça em cores azul e bege. Usava camiseta branca, onde se lia Brasil 2014, e short ver. Seleção campeã: Alemanha.

Shuéme – 2015
A coruja (símbolo do Canadá) Shuéme recebeu este nome por causa da palavra chouette, que significa coruja em francês — no Canadá, sede desta edição da Copa feminina, fala-se francês e inglês. Suas penas eram brancas e ela usava camiseta vermelha, onde se lia Canada 2015. Seu short era verde. Seleção campeã: Estados Unidos.

Zabivaka – 2018
A Copa da Rússia teve como mascote o lobo Zabivaka, que, em russo, quer dizer “aquele que marca gol”. Ele usava camiseta branca e azul, onde se lia Russia 2018, e short vermelho. Seleção campeã: França.

Ettie – 2019
A mascote da Copa feminina deste ano é uma pintinha, filha de Footix, a mascote da competição de 1998, que também ocorreu na França. Suas penas são amarelas e ela usa camiseta listrada em branco e preto, onde se lê France 2019, e short preto.

Fontes: BOL, Fifa, Globo Esporte e Lance.

Texto publicado originalmente na edição 133 do jornal Joca.

Enquete

Qual é o acontecimento mais esperado de 2020?

Comentários (0)

Compartilhar por email