Domingos do Capim- PA, Brasil

Eram exatamente 12h26 quando a pororoca surgiu no Rio Capim e garantiu o treino de quase 60 surfistas que tentam, nesse final de semana, estabelecer o recorde do maior número de atletas surfando a mesma onda.

POROROCA É um fenômeno natural produzido pelo encontro das correntes fluviais com as águas oceânicas. A pororoca acontece no Brasil, na foz do Rio Amazonas e afluentes do litoral paraense e amapaense (rio AraguariRio MaiacaréRio Guamá, Rio Capim, Rio Moju)

O choque das águas derruba árvores de grande porte e modifica o leito dos rios.

Recentemente, o fenômeno tem atraído praticantes de surfe, transformando-se numa atração turística regional amazônica.

 

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

O fiscal do Ranking Brasil, Luciano Cadari acredita que o recorde será batido logo mais. “Faço a contagem, analiso as imagens, a gente homologa, entrega o troféu e inserimos a marca no nosso site”, explica.

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

A surfista Jamille Nóbrega (foto), de 18 anos, a expectativa da chegada da onda é o que mais anima os atletas. “Eu surfo há seis anos, comecei em Salinas. É a segunda vez que venho para a pororoca e fico sempre ansiosa para saber se a onda vem grande ou pequena”, comenta.

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Surfistas entram na água, para dar início ao treino de hoje 

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Foto: Sidney Oliveira/ AG Pará

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email