Tornado-Kentucky-EUA-Getty
Em Mayfield, no Kentucky, área destruída pela série de tornados, em 12 de dezembro. Foto: Scott Olson/Getty Images

Uma série de tornados atingiu estados da região sudeste dos Estados Unidos na noite do dia 10 de dezembro, levando destruição para seis estados. O Serviço Nacional de Meteorologia do país recebeu mais de 30 notificações relatando o fenômeno. De acordo com declaração de Joe Biden, presidente norte-americano, estes foram os piores eventos envolvendo tornados na história do país.

O tornado mais agressivo se deslocou por cerca de 350 quilômetros (mais ou menos a distância entre as cidades de São Paulo e Ribeirão Preto) e passou por quatro estados: Arkansas, Missouri, Tennessee e Kentucky – este foi o mais afetado, com a morte de ao menos 80 pessoas até o momento. De acordo com o governador do Kentucky, Andy Beshear, entre 36 mil e 50 mil habitantes estavam sem energia elétrica na manhã do domingo, dia 12.

Por onde os fenômenos passaram foram registradas diversas cenas de destruição, envolvendo casas, outros tipos de construção, carros e árvores.

Tornado-Kentucky-Getty
Moradores de Mayfield, no Kentucky, tentam recuperar itens pessoais em meio à destruição. Foto: Scott Olson/Getty Images

O que levou aos tornados?
A região onde os fenômenos aconteceram, o meio-oeste dos EUA, tem condições consideradas ideais para sua formação. A área, chamada de tornado alley (algo como “beco do tornado”), recebe ar frio e seco, vindo do Canadá. Ali, ele se depara com o ar quente e úmido. O encontro gera um tipo de instabilidade que pode levar à formação das colunas de ar chamadas de tornado.

Normalmente, tornados se formam nessa região norte-americana entre maio e junho. O surgimento de agora, em dezembro, durante o inverno no hemisfério norte, chamou a atenção. É possível que as temperaturas mais quentes do que o normal, registradas na véspera dos tornados, tenham levado ao fenômeno. Em Memphis, no Tennessee, por exemplo, chegou a fazer 26ºC, quase 15ºC a mais do que a média para esta época do ano.

Os cientistas, no entanto, alertam que ainda será preciso estudar mais as condições do clima no dia 10 de dezembro para realmente entender o que aconteceu. No dia 11, Joe Biden afirmou, durante uma entrevista coletiva para a imprensa, que vai pedir uma investigação sobre a possível influência das mudanças climáticas no planeta na formação dos tornados. “Nós sabemos que tudo é mais intenso quando o planeta está esquentando, e obviamente isso tem algum impacto aqui, mas não é possível dar uma interpretação quantitativa ainda”, disse ele.

Ajuda
Diversos parques do Kentucky foram abertos para receber famílias que estão desabrigadas no estado. O governador Beshear declarou que uma equipe de mais de 300 pessoas da Guarda Nacional está trabalhando para ajudar vítimas da catástrofe.

Outros órgãos norte-americanos, como a Federal Emergency Management Agency (Agência Federal de Gerenciamento de Emergências), também estão auxiliando as áreas atingidas, como no planejamento para a recuperação de comunidades que foram devastadas.

O que são tornados?
Clique aqui ou na imagem abaixo para acessar a edição 25 do Joca e saber mais sobre o fenômeno.

tornado-edicao-25

Fontes: BBC, CNN, G1 e O Globo.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email