#pracegover: a imagem mostra o mapa da Rússia, pintado em vermelho, e traz um símbolo de wi-fi ilustrado em amarelo. Imagem: repodução e Getty Images.

A Rússia pode ficar temporariamente desconectada da internet mundial. O plano é fazer, até o dia 1º de abril, um teste para verificar se a rede do país pode funcionar por conta própria, sem conexão com os servidores internacionais. Ainda não se sabe como isso funcionará na prática, mas pode significar que tudo o que for feito on-line por usuários e organizações russas circulará apenas dentro do território do país.

Recentemente, a Rússia foi acusada de ter realizado ataques cibernéticos (saiba mais no box), por isso, poderia receber retaliações, como ser desconectada da rede mundial de internet. O teste, portanto, seria uma forma de checar se o país está preparado para garantir que a rede continue funcionando mesmo em caso de desconexão.

A ideia, porém, é polêmica. Críticos à proposta afirmam que, além de prejudicar o bom funcionamento da internet, a medida abriria espaço para censura no país. De acordo com os opositores, o governo poderia bloquear conteúdos que não o agradam.

O que é um ataque cibernético?
É um crime virtual. Ocorre quando um computador, uma rede ou um aparelho eletrônico é invadido. Países como Estados Unidos e Reino Unido acusam a Rússia de realizar ataques cibernéticos em organizações, agências e partidos políticos, entre outros.

Correspondente internacional
Dois adolescentes russos comentam as possíveis mudanças na internet do país:

“Desligar a internet? É provável que ela seja completamente bloqueada, assim como muitos sites foram bloqueados recentemente, escondendo-se atrás da briga do Telegram*”, Daria

“Tudo isso é ruim. Eu já não posso acessar alguns sites de que gosto, o que vai acontecer depois?”, Ilya

(*o Telegram, um aplicativo de troca de mensagens, foi bloqueado na Rússia em 2018 por se negar a entregar dados de usuários. O governo alegou que isso ameaçava o combate ao terrorismo)

Fontes: BBC, RBC, The Telegraph e The Guardian.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 126 do jornal Joca.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email