A Rússia não terá representantes no atletismo dos Jogos do Rio.

A Corte Arbitral do Esporte (CAS) anunciou que 68 atletas, entre eles a bicampeã olímpica Yelena Isinbayeva, estão proibidos de participar das Olimpíadas Rio 2016, na categoria Atletismo.

Isso porque a corredora russa Yuliya Stepanova (foto acima) e seu marido, Vitaly Stepanov, ex-oficial da Agência Antidoping Russa (Rusada), delataram e provaram que havia um enorme esquema para burlar o controle antidoping do atletismo do país.

A atleta foi considerada “traidora” na Rússia e mudou-se para o exterior, mas o Comitê Olímpico Internacional (COI) liberou-a para competir no Rio com a bandeira de atleta neutra.


A grande estrela do atletismo russo, Yelena Gadzhievna Isinbayeva, saltadora de vara, bicampeã olímpica e atual recordista mundial com a marca de 5,06 metros, disse que o atletismo russo foi enterrado.

A Agência Mundial Antidoping (Wada) confirmou as denúncias e expulsou os atletas que usaram doping, remédios proibidos para obter melhores resultados no esporte. Até o ex-diretor do laboratório nacional antidoping russo, Grigory Rodchenkov, estava envolvido no caso.

A Rússia ainda terá 387 atletas inscritos nos Jogos Olímpicos.

 

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email