Por Gabi Rossi

As roupas usadas na Índia são coloridas, exóticas, adornadas e muito diferentes das usadas no resto do mundo.

Lá não há um código de vestimenta como na Arábia Saudita, no Irã e em alguns outros países do Oriente Médio, mas há, sim, o costume de usar roupas tradicionais que refletem sua cultura, história e etnias.

Com uma cultura milenar riquíssima e um vasto território, as peças do vestuário indiano variam bastante em tecidos, texturas, adornos e estilo, embora, em geral, sigam o mesmo modelo.

Vamos falar agora de algumas peças de roupa comuns que se destacam na moda indiana. Confira abaixo:

– Guarda-Roupa feminino:

O “sari” (ou “saree”) é, certamente, a peça de roupa mais famosa e tradicional do vestuário das indianas e é usado em praticamente toda a Índia.

Trata-se de um pedaço de tecido de 5 a 8 metros em que a mulher enrola o corpo. Ao todo, existem mais de 100 formas diferentes de vesti-lo.

Sari: é usado em toda a Índia e tem mais de 100 formas de usar

Por baixo da peça, geralmente usa-se uma espécie de blusa, conhecida por “choli” (sem mangas e curta, na altura do umbigo) e uma saia tradicional, chamada “lehenga”. Os nomes locais dessas peças mudam dependendo da região.

Muitas indianas também usam “dupatta”, que é um tipo de xale que se sobrepõe de diversas formas às peças que comentamos acima e serve também para cobrir a cabeça quando se ingressa numa mesquita, templo ou outro lugar religioso.

Dupatta: o xalé serve também para cobrir a cabeça em locais religiosos

– Maquiagem e acessórios:

As indianas usam cores fortes na maquiagem

Indianas usam lindos acessórios, gostam de se maquiar e são conhecidas por fazerem elaboradas tatuagens de henna (um arbusto que só nasce em regiões quentes, e suas folhas, depois de secas e trituradas, servem como a base de uma pasta que se usa para fazer tatuagens temporárias).

– Guarda-Roupa unisex:

Tanto homens quanto mulheres também usam a “kurta” (ou “kurti”) e a “salwar kameez”. A primeira é uma espécie de túnica acima dos joelhos, usada sobre calças folgadas, e nas mulheres mais modernas sobre leggings ou até mesmo jeans. A segunda é uma túnica mais longa, abaixo do joelho, que se usa sobre uma calça larga, porém presa aos tornozelos.

– Guarda-Roupa masculino:

Os homens usam kurta

Os homens indianos, além da “kurta”, da “salwar kameez” e das vestes que abaixo vamos mencionar, usam roupas sociais ocidentais, acompanhadas de peças tradicionais de sua região.

 

Dhoti, popular no sul

 

“Dhoti” é um tecido branco (com 4 a 5 metros) enrolado no cinto, como uma saia, ou até mesmo preso entre as pernas, e que Mahatma Gandhi aparece usando na maioria das vezes em que foi fotografado. É muito popular no sul da Índia.

“Lungi” é muito parecido ao “dhoti”, mas costuma ser quadriculado ou listrado e tem as pontas costuradas como uma espécie de cilindro.

Muitos homens usam também o “sherwani”, que é uma espécie de casaco longo usado em ocasiões formais e até por noivos em seus casamentos. Também é muito usado no Paquistão e em Bangladesh, países muçulmanos vizinhos à Índia.

– Turbante:

Outra vestimenta masculina muito característica dos indianos é o turbante, chamado “pagri” . Trata-se de um pano comprido enrolado na cabeça usado somente em algumas regiões  e em respeito a determinadas crenças específicas.

Certas religiões pregadas na Índia não permitem que os homens cortem seus cabelos, e eles, portanto, os acomodam debaixo do turbante. O turbante também é tradicionalmente usado pelos noivos do norte da Índia no dia de seus casamentos.

Quem é Gabi Rossi?

Apaixonada por moda e tudo o que se refere a estilo, Gabi é mãe do Pipo, criadora de estampas e dona de 2 perfis de moda no Instagram: o @duvidasnocabide e o @gabirrossi09.

Enquete

De qual capa do Joca em 2022 você mais gostou até agora?

Comentários (0)

Compartilhar por email