Boris-Johnson-Getty
Em 19 de dezembro, Boris Johnson, primeiro-ministro do Reino Unido, anuncia o endurecimento de medidas de restrição. Foto: Toby Melville - WPA Pool/Getty Images

No dia 19 de dezembro, o governo do Reino Unido anunciou que uma nova mutação do novo coronavírus, localizada em seu território, pode ser até 70% mais contagiosa (ou seja, mais transmissível entre as pessoas), segundo uma primeira análise realizada. De acordo com Matt Hancock, ministro da Saúde britânico, essa variante fez o vírus se espalhar mais rapidamente entre a população do país.

A nova mutação do novo coronavírus recebeu o nome de VUI202012/01. Por enquanto, não existem evidências de que ela leve a casos mais graves da covid-19 nem que seja resistente às vacinas que já estão sendo aplicadas ou seguem em desenvolvimento.

Por causa da mutação, os planos de flexibilização de medidas de restrição para as festas de fim de ano no Reino Unido foram cancelados. Os cidadãos de Londres, capital da Inglaterra, de áreas do sul e sudeste do país, além do País de Gales, não poderão estar em ambientes fechados com pessoas que moram em casas diferentes. Reuniões em áreas abertas só poderão acontecer por um dia.

O que é a mutação de um vírus?
Mutações surgem durante o processo de reprodução do vírus, em que ele está fazendo cópias de si mesmo. Em uma dessas cópias, o vírus pode cometer um erro em seu genoma (partes que o formam). Esse erro vai se replicar nas próximas cópias, fazendo com que se transforme em algo diferente. É como se, ao fazer a cópia de uma folha de papel, você borrasse a folha e, então, fizessem cópias do papel borrado (e não do original).

Trata-se de um processo natural — diversas mutações do novo coronavírus já foram encontradas desde que a pandemia começou. Clique aqui para relembrar outra mutação do novo coronavírus, identificada na Espanha.

Restrições a voos
O anúncio do governo britânico levou diversos países a interromper a chegada de voos vindos do Reino Unido. Além de nações da Europa (como Alemanha, Bélgica, França, Holanda e Itália), África do Sul, Argentina, Canadá, Chile, Colômbia, Índia, Peru, Rússia, entre outras, anunciaram restrições.

Até a manhã do dia 21 de dezembro, os aeroportos brasileiros seguiam recebendo voos que chegavam do Reino Unido. Uma nova medida, mais ampla, passará a valer a partir do dia 30: passageiros de voos internacionais que desembarcarem no Brasil terão que apresentar um teste negativo de covid-19, realizado até 72 horas antes do embarque.

Fontes: Agência Brasil, BBC, CNN Brasil e G1.

Enquete

Qual é a sua maior promessa de ano-novo?

Comentários (1)

  • Matérias do Joca sobre o novo coronavírus - Jornal Joca

    3 semanas atrás

    […] Reino Unido identifica mutação do novo coronavírus […]

Compartilhar por email