O céu da província de Jambi, na Indonésia, ficou vermelho no dia 21 de setembro por causa do pior incêndio florestal no país desde 2015, segundo dados das autoridades locais. Nas fotografias e textos postados nas redes sociais, cidadãos chegaram a comparar o lugar a Marte, conhecido como planeta vermelho. “Esta é a Terra, não Marte. Jambi não é o espaço sideral”, postou a professora de literatura Zuni Shofi Yatun Nisa no Twitter. “Somos humanos, que precisam respirar ar puro, não fumaça.”

Queimadas na Indonésia crédito reprodução
#pracegover: imagem mostra rua da Indonésia com fumaça avermelhada. Foto: reprodução.

Segundo a agência meteorológica indonésia, BMKG, a grande quantidade de partículas pequenas de poluição espalhou a cor vermelha quando a luz do sol incidiu sobre elas. Essa é uma característica desse tipo de partícula: enquanto as moléculas que costumam estar na atmosfera espalham a cor azul, as que compõem a poluição espalham o vermelho. Satélites detectaram fumaça mais concentrada em Jambi do que em outras partes do país, além de maior quantidade de pontos com focos de incêndio na província, onde se deu o fenômeno.

As queimadas na Indonésia
O país costuma registrar muitos incêndios durante a época seca, que vai de julho a outubro por lá. Nesse período, agricultores aproveitam a ausência de chuvas e queimam os campos para limpar a vegetação, livrar-se de pragas — insetos que se alimentam das plantações — e voltar a plantar. Mas o fogo pode sair do controle e chegar às florestas.

Impactos

10 milhões de pessoas com menos de 18 anos podem ter a saúde prejudicada por causa da poluição vinda das queimadas florestais na Indonésia.

46 mil escolas foram afetadas pela má qualidade do ar, impactando 7,8 milhões de estudantes. Centenas de colégios fecharam, deixando alunos sem aulas.

3 espécies de orangotango em perigo de extinção encontradas apenas na Indonésia estão ameaçadas pelas queimadas.

Correspondente internacional
“Fico triste com o incêndio, os animais que perdem sua casa e as pessoas que adoecem por causa da fumaça, especialmente as crianças. Isso também é ruim para os estudantes, que não podem ir à escola. Precisamos cuidar das florestas. Se elas estão saudáveis, nós também estamos”, Emily Evangelia, 8 anos, de Jacarta, Indonésia.

Confira mais depoimentos de correspondentes da Indonésia no site do Joca: jornaljoca.com.br

Fontes: CNN, The New York Times, Reuters, Superinteressante, The Guardian e Unicef.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 139 do jornal Joca.

Enquete

Que tipo de live você mais gosta de assistir?

Comentários (0)

Compartilhar por email