Em pelo menos 25 estados do Brasil, manifestantes fizeram protestos no dia 15 de março, contra a reforma da Previdência* e o governo Michel Temer.

Resultado de imagem para manifestaçoes previdencia

Os transportes públicos pararam em várias capitais, e ruas foram bloqueadas. Em alguns estados, como Pernambuco e Rio Grande do Norte, professores da rede pública decretaram greve por tempo indeterminado.

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva esteve na manifestação na avenida Paulista, que reuniu cerca de 200 mil pessoas a tarde e a noite.

Lula discursa na Paulista

Ele fez um discurso e disse que o impeachment da presidente Dilma Rousseff foi um “golpe” para tirar direitos de aposentadoria e trabalhistas.

As manifestações também foram contra o presidente Michel Temer, que estava em Brasília. Em um discurso ele afirmou: “Não podemos fazer uma pequena reforma agora para daqui quatro ou cinco anos sermos obrigados a fazer uma muito maior, como Portugal, Espanha e Grécia. Ou o país faz as reformas na Previdência agora ou terá de realizá-las depois de uma maneira muito mais intensa depois.”

Depois das manifestações, a Justiça cancelou uma propaganda do governo sobre as mudanças na Previdência.

O que é previdência?*

A Previdência Social é um seguro do governo que tem como função garantir que as fontes de renda do trabalhador e de sua família sejam mantidas quando ele perde a capacidade de trabalhar por algum tempo (doença, acidente, maternidade) ou permanentemente (morte, invalidez e velhice).

Ou seja, durante vários anos de sua vida, o trabalhador paga um valor para o governo. Quando se aposenta, ao ficar mais velho, recebe todo mês, um valor correspondente ao que pagou.

image1.png

Enquete

Qual tem sido a sua diversão preferida durante o isolamento social?

Comentários (2)

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    3 anos atrás

    OS ALUNOS DO 3º ANO DA EMEF LAERTE LERAM A REPORTAGEM E GOSTARAM DE VER A AVENIDA PAULISTA CHEIA DE BRASILEIROS UNIDOS CONTRA A REFORMA DA PREVIDÊNCIA. PROFª TELMA

  • Marina Lima

    3 anos atrás

    Que bom, professora Telma, alunos informados podem lutar por seus direitos e fazer suas escolhas!

Compartilhar por email