Divulgação

Cesar Victora, professor da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) foi um dos sete pesquisadores a receberem o Prêmio Internacional Canadá Gairdner 2017, principal premiação científica do país.

Divulgação

Ele venceu na categoria de Saúde Global, que premia os estudos científicos que beneficiam a saúde da população nos países em desenvolvimento.

O estudo de Cesar, iniciado na década de 1980, demonstrou que a amamentação exclusiva ajuda a reduzir a mortes de bebês, e que a alimentação saudável é muito importante nos primeiros anos de vida até a idade adulta.

De acordo com o estudo, o aleitamento materno exclusivo até seis meses reduz em 14 vezes o risco de morte por diarreia e em 3,6 vezes o risco de morte infantil por doenças respiratórias.

A pesquisa, que mais tarde foi reaplicada em outros países, alterou a recomendação da alimentação infantil e fez com que a Organização Mundial de Saúde (OMS) começasse a indicar que, nos primeiros meses de vida, os bebês se alimentassem exclusivamente com leite materno.

Além do brasileiro, os demais vencedores do Prêmio Gairdner são dois pesquisadores canadenses, dois norte-americanos, um da Itália e outro do Japão. Cada um dos premiados é considerado um potencial candidato ao prêmio Nobel de Medicina.

A premiação inclui um valor de 100 mil dólares canadenses, aproximadamente R$ 230 mil, e será entregue em uma cerimônia de gala em Toronto, no dia 26 de outubro.

Enquete

De qual capa do Joca em 2022 você mais gostou até agora?

Comentários (0)

Compartilhar por email