Divulgação

Cesar Victora, professor da Universidade Federal de Pelotas (Ufpel) foi um dos sete pesquisadores a receberem o Prêmio Internacional Canadá Gairdner 2017, principal premiação científica do país.

Divulgação

Ele venceu na categoria de Saúde Global, que premia os estudos científicos que beneficiam a saúde da população nos países em desenvolvimento.

O estudo de Cesar, iniciado na década de 1980, demonstrou que a amamentação exclusiva ajuda a reduzir a mortes de bebês, e que a alimentação saudável é muito importante nos primeiros anos de vida até a idade adulta.

De acordo com o estudo, o aleitamento materno exclusivo até seis meses reduz em 14 vezes o risco de morte por diarreia e em 3,6 vezes o risco de morte infantil por doenças respiratórias.

A pesquisa, que mais tarde foi reaplicada em outros países, alterou a recomendação da alimentação infantil e fez com que a Organização Mundial de Saúde (OMS) começasse a indicar que, nos primeiros meses de vida, os bebês se alimentassem exclusivamente com leite materno.

Além do brasileiro, os demais vencedores do Prêmio Gairdner são dois pesquisadores canadenses, dois norte-americanos, um da Itália e outro do Japão. Cada um dos premiados é considerado um potencial candidato ao prêmio Nobel de Medicina.

A premiação inclui um valor de 100 mil dólares canadenses, aproximadamente R$ 230 mil, e será entregue em uma cerimônia de gala em Toronto, no dia 26 de outubro.

Enquete

Como você está participando dos 10 anos do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email