ciência-2020-home

Ao longo dos últimos anos, diversos cientistas e estudiosos tentaram descobrir como estaríamos vivendo em 2020. Mas algumas previsões não se realizaram. Veja algumas delas.

Robôs
Previsão: em 2006, especialistas da Universidade Elon, nos Estados Unidos, disseram que, antes de 2020, robôs com inteligência artificial seriam comuns no nosso dia a dia, assumindo completamente atividades profissionais mais mecânicas ou que exigissem esforço físico.
Realidade: os robôs não evoluíram tanto. Alguns profissionais da área alegam que a crise econômica iniciada em 2008 atrasou os avanços.

Alimentação
Previsão: no livro A Medicina da Imortalidade, de 2004, o ex-diretor de engenharia do Google, Ray Kurzweil, apostou que seria possível injetar nanorrobôs (pequenos a ponto de circular pelos vasos sanguíneos) no corpo humano. Eles seriam capazes de fornecer os nutrientes de que precisamos, e de forma mais eficiente.
Realidade: os nanorrobôs são usados para muitas coisas, até para combater doenças, mas não substituíram a comida.

Teletransporte
Previsão: o livro Shift 2020, de 2014, traz várias previsões para o ano. Uma delas aponta que o teletransporte seria normal e que 2020 seria o ano das tecnologias de mobilidade.
Realidade: está bem longe de acontecer. Até agora, os cientistas só conseguiram teletransportar uma única partícula chamada qutrit. Bem diferente de um ser humano.

Turismo na Lua
Previsão: diversas empresas privadas prometeram o turismo espacial para antes de 2020. O representante de uma delas, a Space Adventures, disse que, neste ano, estaríamos planejando passeios em Marte.
Realidade: as empresas seguem tentando e algumas pessoas já até compraram a passagem antecipadamente. A previsão é que de que o primeiro turista espacial vá para a Lua em 2023.

Ruas de tubos
Previsão: em 1957, a revista Popular Mechanics previu que, antes de 2020, todas as ruas e estradas seriam substituídas por uma rede de tubos. Tudo que você precisaria fazer era levar o seu carro até o tubo mais próximo e deixar que ele te guie automaticamente o seu destino.
Realidade: o mais perto disso que nós temos são os metrôs, mas também existe gente trabalhando para criar redes de tubos bem parecidas com as da previsão. A empresa The Boring Company, por exemplo, está trabalhando em um tubo subterrâneo desde 2018, mas que não tem prazo para ficar pronto.

Roupas
Previsão: em 1939, a revista Vogue publicou uma entrevista com o renomado designer Gilbert Rhode. Ele disse que, depois dos anos 2000, não haveria mais botões ou bolsos nas roupas. Para fechar, falou que os bonés terão antenas para captar sinais de rádio em qualquer lugar.
Realidade: continuamos usando roupas com botões e os bolsos são especialmente úteis para carregarmos os nossos smartphones – dispositivo que elimina a necessidade de usar um boné com antena por aí.

Macacos empregados
Previsão: Glenn T. Seaborg, vencedor do prêmio Nobel, fez algumas previsões estranhas nos anos 60. Uma delas, foi a de que, em 2020, nós teríamos macacos treinados como nossos empregados e motoristas particulares. “Durante o século 21, as casas que não tiverem um robô no armário de vassouras poderão ter um macaco vivo para fazer as tarefas de limpeza e jardinagem”, disse. “Além disso, o uso de macacos bem treinados como motoristas da família pode diminuir o número de acidentes de automóvel”.
Realidade: além de nunca ter acontecido, as leis da maioria dos países não permitiriam que alguém colocasse a ideia em prática.

Fontes: CNN, Época, R7 e Revista Galileu.

Enquete

O que você acha da volta dos esportes pelo mundo?

Comentários (5)

  • joaopedroribeiro

    1 mês atrás

    gente eu acho que o que esta mais perto de acontecer e o dos nanobos

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    4 meses atrás

    Olá Joca, adorei a reportagem das previsões que não se realizaram até agora. Gosto de nadar na praia,e queria continuar nadando quando chegar 2030 . Sou Isadora do 5°ano B do Laerte.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    4 meses atrás

    Pedro Henrique do 5°C. Gostei da matéria sobre previsões que não tornaram realidade ainda. Fiquei pensando em 2030 terá outras doenças graves? E terá cura? E as tragédias vão continuar acontecendo?? Gostei muito da matéria e de ler Jornal Joca.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    4 meses atrás

    Meu nome é Kelvin do 5° ano C da EMEF Laerte. Essa reportagem das previsões me fez pensar e ter esperança que as pessoas se amarão mais e o mundo ficará melhor . E que terá transportes para ir de verdade até a lua. E eu quero viajar até lá e talvez morar lá na lua por que os humanos estão poluindo o planeta.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    4 meses atrás

    Sou Mirella do 5°ano B da EMEF Laerte. Adorei a matéria das previsões para 2020 que não se tornaram realidade, mas eu acredito que até 2030, vai ter teletransporte e poderemos ir a planetas distantes e até viver neles . Casar com extraterrestres e ter filhos, criar novos produtos que poderão ajudar os problemas da Terra. Nascerá uma nova espécie de animais e seres humanos . Haverá robôs que ajudarão toda a humanidade.

Compartilhar por email