Presidente Emmanuel Macron durante visita ao Brasil em março de 2024. Créditos de Imagem: Fabio Rodrigues- Pozzebom/Agência Brasil/reprodução

No dia 9 de maio, Emmanuel Macron, presidente da França, dissolveu o parlamento do país (assembleia composta por políticos que representam os cidadãos) e convocou novas eleições gerais. Macron tomou a decisão depois que foram divulgados os números preliminares das eleições do Parlamento Europeu, da União Europeia (UE)*, em que seu partido, o Renascimento (REM), não obteve resultados satisfatórios.

*Entenda abaixo o que é a União Europeia e como funcionam as eleições do bloco para o Parlamento Europeu.

Segundo as projeções divulgadas, o Reagrupamento Nacional (RN), partido liderado por Marine Le Pen e oposição de Macron, obteve cerca de 31,5% dos votos para as cadeiras de eurodeputados; já o partido de Macron ficou em segundo lugar, com uma estimativa de 15,2%. De acordo com Macron, a vitória do RN é uma ameaça para a Europa. Assim, a dissolução do parlamento francês veio como uma medida para balancear os poderes, uma vez que, agora, a oposição de Macron é maioria no Parlamento Europeu.

O partido de Marine Le Pen adota uma posição de extrema direita, com medidas que valorizam, entre outras ações, o livre mercado (em que o Estado, ou seja, o governo, não participa tanto em decisões econômicas, com as empresas privadas tendo maior participação) e políticas anti-imigratórias. O REM, por sua vez, é considerado um partido de centro, sob o discurso de unir os partidos de esquerda e direita na França, modernizando a política do país.

Nas projeções das eleições gerais da UE, partidos conservadores avançaram em países como Itália, Alemanha, Bélgica e Bulgária. Vale ressaltar que as eleições parlamentares, na França, não alteram o mandato de Macron, que segue presidente até 2027, nem os resultados da votação para o Parlamento Europeu. 

Como funcionam as votações da União Europeia?

A União Europeia é um bloco econômico que reúne 27 países do continente europeu. Dessa forma, as nações podem tomar decisões econômicas e políticas em conjunto, visando medidas e inovações que contemplem interesses em comum à população europeia. 

A cada cinco anos, os cidadãos dos 27 países-membros precisam votar para escolher os chamados eurodeputados, que irão atuar no Parlamento Europeu. Cada Estado (país) pode decidir como as eleições ocorrem, contanto que haja o cumprimento de algumas regras cruciais: 

→ É preciso que as votações aconteçam em um período de até quatro dias; 

→ A quantidade de eurodeputados eleitos em cada partido precisa ser proporcional à quantidade de votos recebidos pelo partido;

→ Cidadãos da UE que estão em outro país, diferente de sua nação de origem, podem escolher onde votar.

Glossário

Constituição: é o conjunto de leis que organiza uma nação. Todos são obrigados a respeitá-la. Na Constituição brasileira é possível encontrar, por exemplo, as regras que determinam os deveres dos políticos e os limites de suas ações e os direitos e deveres dos cidadãos brasileiros. 

Fontes: G1, CNN, UOL e The New York Times.

Ixi! Você bateu no paywall!

Ainda não é assinante? Assine agora e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Joca.

Assinante? Faça Login

Voltar para a home

Ou faça sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo do Joca

Assine

Enquete

Sobre qual assunto você gosta mais de ler no portal do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email

error: Contéudo Protegido