Barco à Deriva, de Ryan Stalker. Crédito de Imagem: Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem

No dia 14 de março, o Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem anunciou os vencedores da edição de 2024. A campeã do ano foi a foto de uma bola de futebol que, debaixo da superfície do mar, está encoberta de crustáceos marinhos. A foto foi tirada por Ryan Stalker e também venceu na categoria Costa e Marinha. A premiação é apoiada pela organização ambientalista Sociedade Real de Proteção às Aves (em tradução livre). 

“Acima da água é apenas uma bola de futebol. Mas abaixo da linha d’água há uma colônia de criaturas. A bola foi encontrada em Dorset (litoral da Inglaterra), depois de fazer uma grande viagem oceânica pelo Atlântico”, declarou o fotógrafo sobre a imagem que foi escolhida entre mais de 14 mil participantes de 2024.

Na categoria Comportamento Animal, quem ganhou foi Ian Mason, pela foto Três Sapos em Amplexo, que mostra três sapos juntos em um lago. “Nesta [foto], há uma competição para acasalar com uma fêmea. Durante grande parte do tempo, há um frenesi de atividade, mas às vezes eles param tempo suficiente para tirar uma foto”, explicou Ian.

 

Três Sapos em Amplexo. Crédito de imagem: Ian Mason/Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem/divulgação/redes sociais

Max Wood recebeu a honraria de Jovem Fotógrafo Britânico de Vida Selvagem, com o registro de um galeirão, espécie de ave, voando sobre um lago ao nascer do sol. 

Correndo na Água. Crédito de imagem: Max Wood/Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem/divulgação/redes sociais

Já na categoria Vida Selvagem Urbana, quem levou o prêmio foi Simon Withyman, que capturou o momento em que uma raposa caminha pelas ruas de Bristol, na Inglaterra. 

Caminhada Diária. Crédito de imagem: Simon Withyman/Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem/divulgação/redes sociais

Uma ave da espécie estorninho-malhado flagrada durante o voo deu a Mark Williams o prêmio na categoria Retratos de Animais. “Meu objetivo era capturar a sensação de movimento e padrões de voo nas imagens”, comentou Mark sobre a foto, que traz diferentes aspectos de luz e velocidade. 

Brilhando de Noite. Crédito de imagem: Mark Williams/Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem/divulgação/redes sociais

Na categoria Preto e Branco, quem venceu foi Robin Dodd, com a imagem de um corvo sobrevoando montanhas e rochas na Ilha de Arran, na Escócia. 

Corvo Sobre Arran. Crédito de imagem: Robin Dodd/Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem/divulgação/redes sociais

Confira os vencedores de todas as categorias no site oficial do Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem


Fontes: Folha de S.Paulo, CNN e Prêmio Britânico de Fotos da Vida Selvagem.

Ixi! Você bateu no paywall!

Ainda não é assinante? Assine agora e tenha acesso ilimitado ao conteúdo do Joca.

Assinante? Faça Login

Voltar para a home

Ou faça sua assinatura e tenha acesso a todo o conteúdo do Joca

Assine

Enquete

Sobre qual assunto você gosta mais de ler no portal do Joca?

Comentários (3)

  • 1 mês atrás

    muito bacana esse documentário

  • Francisco Moura Sarkovas

    2 meses atrás

    Muito Legal

  • Andreza Ribino Parra

    2 meses atrás

    legal

Compartilhar por email

error: Contéudo Protegido