A cidade de Piracicaba, no interior de São Paulo, enfrenta um dos maiores índices de casos de dengue, mas anunciou números bastante animadores sobre o combate ao mosquito Aedes aegypti.

Aedes aegypti

A chegada do mosquito Aedes aegypti geneticamente modificado a um bairro do município, reduziu em 82% a quantidade de larvas espalhadas pela região.

O resultado foi divulgado, nesta semana, pela empresa britânica Oxitec, responsável pela alteração genética do mosquito transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela. O “Aedes do bem” possui uma modificação genética que impede o desenvolvimento das larvas.

Antes de chegar à fase adulta, o inseto morre e, quando liberado, o macho de DNA alterado busca a fêmea para fecundação, mas as larvas não se desenvolvem, diminuindo a população de mosquitos, incluindo as fêmeas, que são as responsáveis pela transmissão de doenças por meio das picadas em seres humanos.

Este é o segundo ano consecutivo que o nível de anulação do mosquito é superior a 80%. Uma comitiva de cientistas africanos visitou a cidade para conhecer o projeto na última semana.

Larvas do mosquito Aedes aegypti

Em outubro do ano passado, uma fábrica capaz de produzir 60 milhões de mosquitos geneticamente modificados por semana foi inaugurada em Piracicaba. Hoje, a produção é de 20 milhões de machos por semana.

Mosquito geneticamente modificado

O Aedes aegypti é o principal transmissor da dengue, febre amarela, zika e chikungunya, mas os mosquitos machos transgênicos não picam e não transmitem as doenças.

Segundo a Oxitec, ao serem liberados, eles procuram se reproduzir com fêmeas selvagens do Aedes aegypti, e os filhotes desse cruzamento herdam um gene que faz com que eles morram antes de se tornarem adultos.

 

Enquete

Como você prefere estudar enquanto está em casa?

Comentários (2)

  • Letícia

    3 anos atrás

    Que perigo!.Mas que bom que os machos não picam agora temos mosquitos amenos

  • Jornal Joca

    2 anos atrás

    Sim, ainda bem, Letícia! Obrigado por acompanhar o Joca ;-)

Compartilhar por email