A organização da Olimpíada de Tóquio anunciou, em 28 de outubro, que o evento terá um espaço reservado para tratar competidores e técnicos que apresentem sintomas ou sejam infectados pelo novo coronavírus, além da base médica que todos os Jogos Olímpicos já possuem. O local ficará dentro da Vila dos Atletas e poderá isolar os doentes, tanto para que não contaminem outras pessoas como para que recebam os cuidados necessários.

A decisão foi tomada durante uma reunião para formular medidas que evitem o espalhamento do vírus durante a Olimpíada. De acordo com a Kyodo News, agência de notícias japonesa, a previsão é de que todas as medidas de segurança do evento sejam anunciadas até o fim de 2020.

A Olimpíada de Tóquio está prevista para ser realizada entre os dias 23 de julho e 8 de agosto de 2021. Apesar de o chefe do comitê organizador da edição, Yoshiro Mori, ter afirmado que as competições vão ocorrer “não importa o que aconteça” (saiba mais na edição 158 do Joca), ainda será necessária uma confirmação definitiva, o que vai depender da evolução da pandemia pelo mundo.

Fontes: Folha de S.Paulo, Globo Esporte e Kyodo News.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 160 do jornal Joca.

Enquete

Pelo o que você mais está esperando em 2022?

Comentários (0)

Compartilhar por email