Dewey e seus alunos. Foto: Escola do Rock o Musical/ Divulgação.
Dewey e seus alunos. Foto: Escola do Rock o Musical/ Divulgação.
O espetáculo "Escola do Rock" ficará em cartaz até dezembro. Arte: Beatriz Lopes.
O espetáculo Escola do Rock ficará em cartaz até dezembro. Arte: Beatriz Lopes

Por Helena Rinaldi e Joanna Cataldo 

Você sabia que 19 de setembro é o Dia Nacional do Teatro? Para marcar a data, o Joca entrevistou a atriz mirim Julia R., de 11 anos, que está atuando no musical Escola do Rock, em cartaz em São Paulo até dezembro. 

A peça conta a história de Dewey Finn, cantor e guitarrista que, precisando de dinheiro, finge ser professor substituto. Tudo muda quando Dewey ouve seus alunos na aula de música e, por causa de seu desejo de se tornar astro do rock, decide formar uma banda com eles e inscrevê-la em um concurso de música, a Batalha das Bandas. 

O problema é que Dewey tem que esconder o projeto tanto dos pais das crianças como dos outros professores, já que a banda não faz parte da sua função e, na verdade, ele nem é professor. 

Dewey e seus alunos "Escola do Rock". Foto: Escola do Rock o Musical/ Divulgação.
Dewey e seus alunos no espetáculo. Foto: Escola do Rock o Musical/Divulgação

Como a maioria dos atores é formada por crianças, a produção tem três elencos infantis diferentes. Isso porque, pela lei brasileira, as crianças possuem limitações para trabalhar no meio artístico para que essa tarefa não interfira no desenvolvimento escolar.  

Julia conta que nem sempre é fácil conciliar os ensaios com os estudos, mas que recebeu bastante suporte da escola, que acredita que o meio artístico desenvolve muitas habilidades dos alunos.

“Na minha escola, temos aula o dia inteiro duas vezes por semana, e, como em junho eu ensaiava todas as tardes, tive que combinar com eles como eu faria”, conta a atriz mirim. “Além disso, não deixei de fazer as lições que eu tinha, ficava estudando quase sempre nos recreios e no almoço.” Apesar da rotina corrida, ela diz que faria tudo de novo. 

Para Julia, atuar se tornou tão natural que hoje ela não se sente mais nervosa nas apresentações. O motivo disso é o preparo antes da peça envolver aquecimento corporal e de voz, exercícios que deixam os atores prontos para atuar e evitam que se machuquem no palco. 

A peça possui covers, que são atores que ensaiam os papéis de outros personagens caso precisem substituí-los. Julia, por exemplo, é a cover da protagonista feminina infantil da peça, a estudante Summer. Por isso, além de atuar no papel dela, Julia conhece todas as falas da outra personagem.  

A atriz mirim Julia R. em uma das apresentações do espetáculo. Foto: Arquivo pessoal.
A atriz mirim Julia R. em uma das apresentações do espetáculo Escola do Rock. Foto: Arquivo pessoal

Para as crianças que, assim como ela, querem seguir carreira no teatro, Julia aconselha: “É preciso muito esforço no dia a dia. Não vale treinar só antes das audições”. “Acho que fiz uns dois cursos para participar das audições e precisei aprender que a gente ouve muito ‘não’, mas não podemos desistir dos nossos sonhos”, comenta ela, que diz se divertir muito enquanto está atuando. 

Conheça outros espetáculos teatrais pelo Brasil

Piratas do Capibaribe – Recife (Pernambuco)
A bordo de um barco no rio Capibaribe, a peça Piratas do Capibaribe usa vários pontos turísticos do Recife como cenário. O espetáculo, que é uma adaptação de Os Piratas do Caribe, conta as aventuras do pirata Jack Espirro em uma jornada em busca do tesouro perdido.
Local: Restaurante Catamaran – São José – Recife – PE (embarque)
Datas: dias 5, 6, 12, 13, 19, 20, 26 e 27 de outubro
Horário: 16h
Mais informações no site

Toy Story – Brasília (Distrito Federal)
As aventuras dos brinquedos Woody, um caubói, e Buzz Lightyear, astronauta, são contadas nesta adaptação da história da Pixar. O espetáculo segue a trama original, em que Woody se sente ameaçado com a chegada de Buzz e os dois passam a concorrer pela atenção dos outros bonecos e de Andy, o dono dos brinquedos.
Local: Teatro da Escola Parque 307/308 sul
Datas: de 7 a 29 de setembro, aos sábados e domingos
Horário: 17h
Mais informações no site.

O Mágico de Oz – Porto Alegre (Rio Grande do Sul)
Quando um tornado atinge a cidade de Dorothy, ela e seu cachorro, Totó, são levados para uma terra mágica. Com os amigos que faz no caminho – um homem de lata que não tem coração, um leão medroso e um espantalho que quer ganhar inteligência – a menina e seu cão vão procurar o Mágico de Oz, o único capaz de levá-los para casa.
Local: Teatro Zé Rodrigues
Datas: até 29 de setembro, aos domingos
Horário: 16h30
Mais informações no site.

Patrulha Canina – Manaus (Amazonas)
Nesta adaptação da animação Patrulha Canina, filhotes de cães embarcam em aventuras salvando as pessoas do perigo. O espetáculo tem música e humor e se divide em duas história: a primeira sobre uma festa surpresa e a segunda, sobre um monstro da neve.
Local: Teatro Manauara
Datas: 5 de outubro
Horário: 15h e 17h
Mais informações no site.

Enquete

Que tipo de live você mais gosta de assistir?

Comentários (0)

Compartilhar por email