Na agenda da espanhola Encarna Alés, hoje com 74 anos, ao lado do telefone de um hospital há a ilustração de um hospital. Já o desenho de uma flor remete a um vizinho que tem alguma relação com flores. Assim como muitas outras pessoas, dona Encarna não sabe ler e escrever, por isso, enfrenta dificuldade na hora de ligar para familiares e amigos.

Para resolver esse problema, Pedro Ortega, neto dela, começou a fazer uma agenda aos 11 anos em que os números dos contatos ficam ao lado de ilustrações que lembram o dono
do telefone. “Ela me diz algo sobre a pessoa, e eu desenho para ela. Temos esse sistema há 20 anos”, disse Pedro à BBC News.

Especialistas afirmam que idosos que convivem com pessoas mais novas se sentem menos sozinhos e passam a enxergar um sentido maior na vida. Em alguns casos, o entusiasmo aumenta tanto que eles podem até ter mais disposição para enfrentar doenças ou outros obstáculos.

Comentários dos alunos da Wish School (SP)

Quando a minha avó vai cozinhar, eu sempre ajudo. Uma vez, ela estava fazendo “samu”, que é uma geleia com bolinhas, e pediu para eu mexer. – Pietra P., 8 anos

Quando nós ajudamos alguém, isso se espalha. Eu ajudei uma pessoa a fazer uma coisa. Essa pessoa que recebeu a ajuda pode ajudar outra e assim por diante. Isso é muito bom. – Maria Clara C., 9 anos

Uma vez, a minha avó precisava colocar o número de uma amiga no celular. Como ela não conseguia enxergar o número, eu coloquei o número para ela. – Zach C., 8 anos

Acho que os jovens de antigamente ajudavam mais os idosos. Alguns jovens de hoje acham que os idosos sabem se virar, porque já viveram muito e têm experiência. Mas na verdade não é bem assim. Eles já passaram por muita coisa e podem estar cansados.- Luiza G., 8 anos

Quando a minha avó ganhou um celular, ela não sabia mexer direito. Eu a ensinei a mexer. Além disso, eu a ajudo a fazer compras no supermercado. – Manuela L., 8 anos

Eu achei que a atitude dele foi muito criativa. Acho que isso fez com que ele passasse bastante tempo com a avó. – Youssef T., 10 anos

Eu ajudo a minha bisavó. Eu tiro a mesa, troco o lixo para ela, pego coisas para ela…- Luigi C., 9 anos

Eu ajudo a minha avó e o meu avô. Às vezes eu coloco a mesa e ajudo a regar as plantas do jardim. – Danilo S.

Eu ajudo a minha avó com o celular ou com a televisão. Às vezes, ela precisa ir a algum lugar e eu vou com ela para ajudar. A minha avó me ajuda muito: faz comida, toma conta de mim e da minha irmã. Eu tento retribuir de alguma forma. – Pedro M., 9 anos

A minha avó sentia muita dor nas costas e não podia abaixar. Eu pegava as coisas para ela. – Ana Luisa V.

Eu achei a atitude do garoto muito boa. O tempo em que ele podia estar brincando, ele usou para ajudar a avó. – Gabriel C., 9 anos

Eu ajudei o meu avô. Ele tem um problema na perna e precisa usar muleta. Toda vez que nós saímos, eu pego a muleta no porta-malas e dou para ele. – Vitória C., 9 anos

Eu acho que os jovens ajudam os idosos. Eu vejo a minha prima, por exemplo, ajudando a minha avó. – Isabela B., 9 anos

Eu ajudo a minha avó a caminhar da minha casa até a casa dela. Ela tem um problema nas pernas e tem dificuldade para andar. – Matheus Z., 10 anos

Eu gostei da iniciativa do garoto. Acho que nós também poderíamos fazer isso para ajudar pessoas analfabetas. – Isabela A., 10 anos

Eu achei bem legal a atitude dele. Ele podia estar brincando, fazendo outras coisas. Mas não, ele queria ajudar a avó dele. Acho que a atitude dele pode incentivar outras pessoas a ajudarem os outros. Larissa C., 10 anos

Uma das minhas avós tem alguns problemas na perna. Às vezes eu a ajudo a levar o lixo ou a mexer no celular. Não a ajudo só porque ela é minha avó. Acho que precisamos ajudar os idosos. – Liz V., 10 anos

Acho que os jovens podem ajudar mais os idosos. Eu vi na televisão alguns adolescentes que não ajudavam a avó que estava muito fraca. Eles não largavam o celular. – Irisbela de A., 10 anos

Ele podia ter colocado o alfabeto na parte superior do caderno. A avó poderia juntar as letras e aprender a escrever. – Davi S., 10 anos

Às vezes, quando eu vou à casa dos meus avós, eu ajudo a lavar a louça, limpar a casa… – Clara W., 10 anos

 

 

 

 

Enquete

Quais são os assuntos que você mais gosta de ouvir nos podcasts do Joca (Revisteen e Papo Joca)?

Comentários (16)

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    OLA, EU SOU DO 5 ANO A E SE EU FOSSE ELA EU USARIA MENSAGEM DE VOZ DO WHATS.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    As pessoas que sao analfabetas precisam de ajuda para mexer em um celular mais moderno nos dias de hoje por isso precisam de ajuda para mecher em whatsapp e muito mais moderno sou rafael de sa castro do 5ano a

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    e a forma mais de se comunicar com pessoas que nao sabe ler e escrever

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    Eu falei para os meus avós para usar mensagem de voz para ser mais facil para eles entender melhor a mensagem.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    Os alunos do terceiro ano C acham bacana atitude do neto porque ele foi gentil com a avó. Todos devemos ajudar não só a avó como os mais velhos.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    Os alunos do terceiro ano B acham a gente achou muito bacana a atitude do neto porque ele fez o que pode para ajudar a avó e agora que ele está mais velho, vai poder ajudar mais. Eles também acham que ajudar os mais velhos é maravilhoso porque assim também aprendemos com eles.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    EU ENSINARIA AS LETRAS INICIAIS DO NOME DE CADA PESSOA IMPORTANTE PARA A MINHA AVÓ. LAURA DE 10 ANOS.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    EU FARIA DESENHOS TAMBÉM. DESENHOS QUE EU GOSTO E ASSIM MINHA AVÓ LEMBRARIA DE MIM. ENZO DE 9 ANOS

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    Os alunos do 2 ano B acham que todo mundo precisa ajudar não só a vovó como outras pessoas. N[os também achamos que precisam ter respeito com outras pessoas. A vovó é muito importante para a gente.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    ACHO QUE ENSINARIA A PESSOA QUE NÃO SABE LER NEM ESCREVER A USAR FERRAMENTAS DE GRAVAÇÃO DE ÁUDIO LEMBRANDO QUE OS NUMEROS DOS CONTATOS APARECEM NA TELA PARA SER COPIADO E USADO. ALICIA DE 10 ANOS

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    OLÁ MEU NOME É RAQUEL E TENHO 11 ANOS.ELA PODERIA REPRESENTAR OS LUGARES COM CORES (POR EXEMPLO: A FARMÁCIA DO JARDIM DAS FLORES REPRESENTA A COR ROSA.) ISSO AJUDARIA MUITO NA MINHA OPINIÃO.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    OI ME CHAMO BRUNA TENHO 11 ANOS MAS EU COLOCARIA EMOJES DE POLICIA BOMBEIRO E COLOCARIAS CARINHAS FELIZES PARA PESSOAS QUERIDAS

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    OLA EU SOU A CAROL TENHO 10 ANOS EU COLOCARIA FOTOS DOS PARENTES E ESCREVIA O NUMERO DO TELEFONE E ELA COLOCARIA O NUMERO DO TELEFONE.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    EU JOÃO GOSTEI MUITO DESSA NOTICIA MAS EU COLOCARIA A MINHA VÓ NA ESCOLA DE ADULTO 5 ANO C TENHO 10 ANOS

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    OLÁ, EU SOU O PIETRO DE 10 ANOS E GOSTEI MUITO DA IDEIA DO NETO MAS EU FARIA UMA AGENDA COM FOTOS DAS PESSOAS QUERIDAS PARA A AVÓ.

  • EMEF Prof. Laerte José dos Santos

    2 anos atrás

    ...OS ALUNOS DO 2º ANO D TIVERAM UMA ÓTIMA IDEIA PARA AJUDAR PESSOAS ANALFABETAS A USAREM O CELULAR. PENSARAM NO WHATS APP COM O USO DE MENSAGEM DE VOZ E NOS CONTATOS SOMENTE PESSOAS PRÓXIMAS E GRUPOS FAMILIARES.

Compartilhar por email