A Nasa, Agência Espacial Americana, lançou um balão gigante em Wanaka, Ilha Sul da Nova Zelândia, para coletar informações do espaço próximo à Terra.

Nasa | Divulgação

O superbalão, que fará uma jornada de 100 dias, deve dar duas ou três voltas no nosso planeta. Ele tem a missão de detectar partículas cósmicas de energia ultra-alta vindas de fora da galáxia e que penetram na atmosfera terrestre.

A Nasa quer descobrir se as partículas vêm do centro das galáxias

De acordo com Angela Olinto, professora da Universidade de Chicago e uma das principais pesquisadoras do projeto, a origem das partículas é um grande mistério. “Será que elas vêm de buracos negros imensos no centro das galáxias, de estrelas miúdas que giram rápido ou de outro lugar?”, questionou.

O monitoramento do balão gigante é só uma etapa do projeto da Nasa que, em seguida, lançará uma missão espacial.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email