No sábado, dia 21, milhares de mulheres do mundo todo foram para as ruas para mostrar que não estão felizes com o novo presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

As manifestações aconteceram em várias partes do país, incluindo a capital, Washington, e cidades como Los Angeles, Nova York, Seattle e outras.

Além dos Estados Unidos, os protestos também aconteceram em outros países, como Inglaterra, Alemanha, França, Argentina, Austrália e outros.

Nas manifestações, mães, adolescentes e avós reclamavam da forma como Trump trata as mulheres e outras minorias, como homossexuais e pessoas que saíram de seus países para morar nos Estados Unidos.

O presidente americano, Donald Trump

Para os que estiveram nos protestos, o presidente costuma ser grosso e desrespeitoso com esses grupos e isso precisa acabar.

Em cartazes levados pelas mulheres, dava para ver frases como “o ódio não é legal” e “direito das mulheres são direitos humanos”.

Sobre os protestos, Trump primeiro fez uma “piadinha”, dizendo que, se as pessoas não estavam felizes, não deveriam ter votado nele.

Depois, o presidente disse que “mesmo que não concorde com os protestos”, sabe que as pessoas “têm direito de dizer o que acham”.

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email