Em duas semanas 104 mil meninas entre 9 e 11 anos foram vacinadas no Estado de São Paulo contra o HPV. O número ainda é muito pequeno pois a meta é imunizar 762,1 mil meninas em todo o Estado até 31 de março.

A infecção pelo HPV é a principal responsável pelo câncer de colo de útero. A cada ano, no Brasil, surgem 15 mil casos e 5 mil mulheres morrem.

A adolescente tem que tomar 3 doses da vacina. A primeira dose estará disponível em março de 2015, a segunda, em setembro de 2015, e a terceira será agendada para 60 meses após a data da primeira dose.

A vacina é a principal forma de prevenção, e por isso, é importante que toda menina de 9 a 11 anos receba as três doses da vacina HPV.

Ela é segura e de graça.

1ª DOSE  2ª DOSE (6 meses depois)  3ª DOSE (60 meses após 1a dose)

Postos de saúde em todo o Estado, com horário de funcionamento das 8h às 17h, estarão abastecidos com a vacina contra HPV para aplicação da primeira dose.

As meninas de 12 a 13 anos que ainda não foram vacinadas devem procurar uma Unidade de Saúde do SUS para tomar a vacina.É preciso completar o esquema vacinal, pois só com a segunda dose a adolescente estará protegida.

“O papilomavírus humano pode causar lesões de pele e se não for tratado corretamente pode evoluir para câncer de útero. A vacina tem 95% de proteção.”, afirma a médica Helena Sato, diretora de imunização da Secretaria.

O HPV

O papilomavírus humano (HPV) é um vírus contagioso que pode ser transmitido com uma única exposição, por meio de contato direto com a pele ou mucosa infectada. Sua principal forma de transmissão pode ocorrer via relação sexual, mas também há contagio entre mãe e bebê durante a gravidez ou o parto, é a chamada transmissão vertical e por meio de contato com a mão.

Os principais sintomas são dores, corrimento ou sangramento vaginal.

Estatísticas sobre o HPV

Enquete

Há quanto tempo você é leitor do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email