O brasileiro Gabriel Medina venceu, pela terceira vez na carreira, o Campeonato Mundial de Surfe, uma das maiores competições da modalidade. O título veio após o atleta derrotar Filipe Toledo, também brasileiro, na final, realizada na Califórnia, nos Estados Unidos, em 14 de setembro.

Para faturar o torneio, Medina precisava vencer duas baterias (algo como “rodadas”). Ao fim da primeira, o placar ficou 16,30 para Medina a 15,70 para Toledo — em cada bateria, os surfistas realizam várias manobras; quem tiver a maior pontuação na somatória final, ganha a etapa.

#pracegover: Gabriel Medina surfando em uma onda durante o campeonato. Crédito de imagem: Sean M. Haffey/Getty Images

Na segunda bateria, Medina também levou vantagem e terminou na frente do adversário, desta vez por 17,53 a 16,36. Com isso, ele se tornou o primeiro brasileiro a ganhar três vezes o Campeonato Mundial de Surfe (as outras vitórias vieram em 2014 e 2018). “Conquistei o meu maior objetivo no surfe [ser tricampeão]”, disse Medina após a prova. “Estou chorando agora porque é um mix de emoções. Estou feliz, emocionado. Sou feliz de fazer parte desse time [brasileiro]. Eles me puxam, e eu puxo o nível deles”, completou.

Prova interrompida por tubarão
Faltando apenas 18 minutos para o fim da disputa, um tubarão de mais de 2 metros foi avistado no mar. Por segurança, membros da organização da competição usaram jet skis para tirar Medina e Toledo da água. A disputa ficou paralisada por 15 minutos e foi retomada depois que o animal se afastou do local.

Surfistas tricampeões mundial

Tom-Curren-surfe
#pracegover: Tom Curren, dos Estados Unidos, usa camisa xadrez nas cores branca, rosa e verde. Foto: Jerod Harris/FilmMagic
Andy-Irons-surfe
#pracegover: Andy Irons, dos Estados Unidos, usa roupa de surfe na cor vermelha. Foto: Topic/Getty Images
Mick-Fanning-surfe
#pracegover: Mick Fanning, da Austrália, usa camiseta preta e casaco azul. Foto: Jon Kopaloff/Getty Images
Gabriel-Medina
#pracegover: Gabriel Medina, do Brasil, usa roupa de surfe preta e segura uma prancha embaixo do braço esquerdo. Foto: Ryan Pierse/Getty Images

Fontes: Estadão e Globo Esporte.

Esta matéria foi originalmente publicada na edição 177 do jornal Joca

Enquete

Como você está participando dos 10 anos do Joca?

Comentários (0)

Compartilhar por email